Política Nacional

Quadro pulmonar de Bolsonaro encontra-se em resolução, diz boletim médico

COMPARTILHE
42

O quadro pulmonar do presidente Jair Bolsonaro encontra-se em resolução, de acordo com boletim divulgado nesta terça-feira, 12, pelo Hospital Israelita Albert Einstein. No texto divulgado pela equipe médica é destacado que ele tem “boa evolução clínica, está afebril e sem dor abdominal”.

Casa Civil de Witzel nomeia irmã de juiz da Lava Jato para cargo comissionado

O secretário de Casa Civil e Governança do Rio, José Luis Zamith, nomeou Marcilene...

Em live com Eduardo Bolsonaro, vice-premiê da Itália pede votos

O vice-primeiro-ministro da Itália e um dos líderes do partido eurocético Liga, Matteo Salvini,...

Salles decide militarizar ministério do meio ambiente

A área ambiental do governo Bolsonaro passa por um processo de militarização. Do alto...

“Segue com dieta leve e suplemento nutricional, com boa tolerabilidade. Prossegue realizando exercícios respiratórios e de fortalecimento muscular, alternados a períodos de caminhada”, informou o texto.

As visitas médicas seguem restritas. O boletim é assinado pelos médicos Antonio Luiz Macedo, Leandro Echenique e Miguel Cendoroglo.

Continua depois da publicidade

Ao Estadão/Broadcast, Macedo disse que o presidente recebeu aval da equipe médica para ter alta na quarta-feira, 12. Segundo ele, o presidente está “excelente” e muito bem humorado.

No boletim médico, não há qualquer menção à alta médica.

Bolsonaro está internado desde 27 de janeiro no Einstein, onde se submeteu a uma cirurgia de reconstrução do trânsito intestinal. Na semana passada, foi identificada uma pneumonia.

Confira o boletim na íntegra:

O excelentíssimo Presidente da República, Jair Bolsonaro, internado no Hospital Israelita Albert Einstein desde o dia 27 de janeiro, mantém boa evolução clínica, está afebril, sem dor abdominal e o quadro pulmonar encontra-se em resolução. Segue com dieta leve e suplemento nutricional, com boa tolerabilidade. Prossegue realizando exercícios respiratórios e de fortalecimento muscular, alternados a períodos de caminhada. Por ordem médica, as visitas permanecem restritas. Dr. Antônio Luiz Macedo, cirurgião Dr. Leandro Echenique, clínico e cardiologista Dr. Miguel Cendoroglo, Diretor Superintendente do Hospital Israelita Albert Einstein

Mateus Fagundes
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade