Esporte Nacional

Victor lembra Tijuana e pede que Atlético-MG 'não se acomode' contra o Danubio

COMPARTILHE
11

Depois de empatar por 2 a 2 com o Danubio no confronto de ida da fase preliminar da Libertadores, o Atlético-MG pode até empatar por 0 a 0 ou 1 a 1 nesta terça-feira, no Independência lotado, que avançará ao próximo estágio. O resultado na primeira partida, o apoio da torcida e a maior qualidade técnica fazem do time brasileiro amplo favorito para o confronto, mas Victor alertou para o excesso de confiança.

Bruno Fratus brilha, bate recorde do ano nos 50m livre e vai para Mundial e Pan

O Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação, o Troféu Maria Lenk encerrou seu último dia...

Abel dedica título do Fla a Zé Ricardo e revela: 'Atitude dele me fez aprender'

A entrevista coletiva de Abel Braga após a conquista do Campeonato Carioca foi marcada...

Austrália e França triunfam em semifinais e vão decidir o título da Fed Cup

Austrália e França derrotaram Bielo-Rússia e Romênia, respectivamente, e venceram as semifinais femininas da...

“Estamos confiantes, preparados, mas sabendo que não podemos nos acomodar em cima do resultado conquistado porque a equipe do Danubio é muito bem treinada, tem jogadores interessantes e que demonstraram bom entrosamento e boas jogadas ofensivas. Temos que respeitar ao máximo e fazer o nosso melhor porque só assim vamos conseguir confirmar essa vaga”, declarou nesta segunda-feira.

Victor lembrou que na Libertadores de 2013, a equipe viveu situação semelhante diante do Tijuana. Nas quartas de final daquele ano, o Atlético-MG arrancou um empate por 2 a 2 na ida, no México, e entrou com todo o favoritismo na volta. Mas foi surpreendido pela postura do adversário, saiu atrás, precisou buscar a igualdade por 1 a 1 e poderia ser eliminado, se não fosse o goleiro defender um pênalti no último minuto.

Continua depois da publicidade

“É difícil dissociar minha trajetória como atleta do clube daquela defesa. Foi um marco na minha carreira, todo mundo comenta, mas temos que focar no que é preciso fazer amanhã. Claro que dá uma força lembrar um lance como esse, mas é procurar escrever uma nova história. Temos novos objetivo e eles passam muito por esse jogo de amanhã”, comentou.

O técnico Levir Culpi fechou a preparação com um treino nesta segunda, na Cidade do Galo. Ele não revelou a escalação, mas deve repetir o time que atuou na ida, com: Victor; Patric, Réver, Leonardo Silva e Fábio Santos; Adilson, Elias, Yimmi Chará, Cazares e Luan; Ricardo Oliveira.

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade