Economia

Banqueiro Fernão Bracher morre de enfarte no Einstein

COMPARTILHE
18

Morreu neste início de tarde de segunda-feira, 11, no hospital Albert Einstein, em São Paulo, o banqueiro e ex-presidente do Banco Central Fernão Bracher. Ele havia sido hospitalizado há cerca de uma semana, depois de uma queda em casa, e acabou sofrendo um enfarte. A informação é de Sonia Racy, da coluna Direto da Fonte.

Plano de privatizações de Guedes esbarra em resistência nos ministérios

Nem a condição de "superministro" de Paulo Guedes tem sido suficiente para convencer colegas...

Para ministro, não pode haver 'precipitação' nas privatizações

Dentro do plano de enxugar a máquina pública, a equipe econômica do governo quer...

Frota de veículos no país está mais velha

A recuperação do mercado de veículos a partir de 2017, após quatro anos de...

Aos 83 anos, Bracher estava afastado de suas altas funções – foi presidente do BBA, vice-presidente do conselho de administração do Banco Itaú, e em 2005 dissociou-se em definitivo das tarefas no Itaú-BBA, que passaram às mãos de seu filho Candido Botelho Bracher, que hoje preside o Itaú Unibanco.

Sonia Racy
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Continua depois da publicidade