Esporte Nacional

São Paulo aproveita expulsão e goleia Mirassol de virada em estreia no Paulistão

COMPARTILHE
13

O São Paulo começou o Campeonato Paulista com o melhor roteiro possível. No estádio do Pacaembu, na capital paulista, o time tricolor mostrou poder de reação e lances bonitos para derrotar o Mirassol de virada por 4 a 1, neste sábado, pela primeira rodada da competição. O começo positivo dá ao técnico André Jardine mais confiança para trabalhar depois de duas derrotas no início da temporada, na Flórida Cup.

Bruno Fratus brilha, bate recorde do ano nos 50m livre e vai para Mundial e Pan

O Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação, o Troféu Maria Lenk encerrou seu último dia...

Abel dedica título do Fla a Zé Ricardo e revela: 'Atitude dele me fez aprender'

A entrevista coletiva de Abel Braga após a conquista do Campeonato Carioca foi marcada...

Austrália e França triunfam em semifinais e vão decidir o título da Fed Cup

Austrália e França derrotaram Bielo-Rússia e Romênia, respectivamente, e venceram as semifinais femininas da...

O placar confortável teve como momento decisivo uma expulsão no início do segundo tempo. O zagueiro Leandro Amaro, do Mirassol, levou dois cartões amarelos em um intervalo de sete minutos e deixou o time do interior desfalcado logo depois de ter levado a virada. Apesar disso, o São Paulo mostrou competência para conseguiu aproveitar a situação favorável e mostrar qualidades, como o entrosamento entre o meia Nenê e o atacante Pablo e a chegada de volantes à área.

Os são-paulinos tiveram um final de tarde complicado. Antes do jogo, uma queda de luz no Pacaembu derrubou o sistema de operação de catracas e atrasou a entrada de parte da torcida. Alguns estavam longe dos assentos quando o placar já estava desfavorável. Aos 12 minutos, o Mirassol fez rápida jogada pela direita e, após cruzamento, Bruno Peres marcou contra.

Continua depois da publicidade

O São Paulo procurou o empate ao apostar mais na velocidade e menos na paciência. Sem o meia Hernanes, que ainda não está inscrito, o time tentava chegar pela esquerda, com Reinaldo e Everton. A insistência pelo lado rendeu alguns escanteios e em um deles, Nenê cobrou para Anderson Martins subir de cabeça e empatar, aos 28 minutos.

A igualdade deixou o time mais tranquilo, porém não evoluiu o nível do futebol. As chances de gol continuaram raras. Para solucionar a falta de inspiração, era preciso repetir a receita do que deu certo. Pois no começo do segundo tempo novamente uma jogada pela esquerda rendeu uma bola parada – desta vez uma falta. Reinaldo cobrou e Pablo desviou de cabeça, aos 4 minutos.

O jogo que começou com susto virou goleada a partir dos 11 minutos. A senha para o placar dilatado foi a expulsão de Leandro Amaro. O defensor levou dois cartões amarelos no intervalo de sete minutos. Na segunda falta cometida por ele, o lance rendeu o terceiro gol, com Reinaldo. O Mirassol ficou bagunçado e logo depois já sofreu o quarto, com Hudson.

Embora o adversário estivesse fragilizado, o São Paulo não diminuiu o ritmo. A vitória garantida deu ao time confiança para exibir um bom futebol com tabelas, velocidade e finalizações perigosas. O reforço mais caro para a temporada, Pablo, saiu de campo aplaudido. A equipe volta a campo nesta quinta-feira. O compromisso será contra o Novorizontino, fora de casa.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 4 x 1 MIRASSOL

SÃO PAULO – Tiago Volpi; Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei, Hudson (Liziero) e Nenê; Helinho (Brenner), Pablo (Everton Felipe) e Everton. Técnico: André Jardine.

MIRASSOL – Matheus Aurélio; Daniel Borges, Riccieli, Leandro Amaro e Alex Ruan; Léo Baiano, Wellington Simião e Jean Carlos (Sandoval); Marquinho (Lelê), Carlão (Yuri) e Felipe Augusto. Técnico: Moisés Egert.

GOLS – Bruno Peres (contra), aos 12, e Anderson Martins, aos 28 minutos do primeiro tempo; Pablo, aos 4, Reinaldo, aos 12, e Hudson, aos 20 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Helinho (São Paulo); Léo Baiano (Mirassol).

CARTÃO VERMELHO – Leandro Amaro (Mirassol).

ÁRBITRO – Leandro Bizzio Marinho.

RENDA – R$ 673.518,00.

PÚBLICO – 21.865 torcedores.

LOCAL – Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

Ciro Campos
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade