Cidades

Patrimônio da Penha será palco para festival de reggae e forró pé de serra

COMPARTILHE
Divulgação
5680

Entre os dias 15 e 17 de fevereiro a comunidade de Patrimônio da Penha será palco para um festival místico de reggae e forró pé de serra. Com tradicional clima de montanha da região do Caparaó e seu povo hospitaleiro, o distrito de Divino de São Lourenço recebe o “Penha Roots”.

Funcionários de unidades básicas de Cachoeiro participam de grupos de atenção à saúde mental

Recentemente, a Secretaria de Saúde de Cachoeiro de Itapemirim (Semus) deu início às atividades...

Cachoeiro sedia Encontro Regional do Conselho Estadual de Assistência Social

Nesta terça-feira (21), Cachoeiro de Itapemirim sediará o Encontro Regional do Conselho Estadual de...

Consulta com ginecologista pode ser agendada pela internet em Cachoeiro

Agora, em Cachoeiro de Itapemirim, consultas médicas de ginecologia, ofertadas pela Secretaria de Municipal...

O evento, que acontecerá no Parque de Exposições, promete movimentar o turismo e a economia local com grandes atrações musicais. A natureza é outro atrativo do distrito, que apresenta belíssimas cachoeiras, segmentos de Mata Atlântica preservada e a comunidade de pessoas positivas e carinhosas em sua receptividade, lembrando, salvo as suas particularidades, Itaúnas, em Conceição da Barra e Caraíva, na Bahia.

A programação terá entrada paga na sexta-feira e no sábado, e aberta ao público no domingo. O “Penha Roots” é uma realização do GFC Produções e Eventos, braço de eventos do Grupo Folha do Caparaó de Comunicação. Segundo um dos organizadores, Eduardo Klein, a finalidade é fazer com que esse e outros eventos em 2019 desenvolvam turisticamente a região do Caparaó Capixaba.

Continua depois da publicidade

“Identificamos, há um tempo, que Patrimônio da Penha tem toda uma áurea “rootzeira”. É uma comunidade mergulhada no misticismo, esoterismo e com alta espiritualidade contemplativa. Queremos proporcionar esta opção para um público que aprecia sair do caos urbano e procura uma opção mais tranquila para descansar”, explica Eduardo.

Por que o reggae e o pé de serra?

A organização explica que o reggae e o pé de serra são ritmos que conversam com o público frequentador de Patrimônio da Penha. Os dois estilos musicais pregam uma filosofia de vida do desapego, da busca por paz interior e de necessidade de estar em conectividade com a natureza, e ter mais tolerância com o próximo, num clima de paz, amor e união.

A estrutura segue o padrão rígido de qualidade aplicado no Festival de Inverno de Guaçuí, salvo as proporções e o tipo do evento. O público pode esperar banheiros limpos, acessibilidade, alimentação diversificada, inclusive opções vegetarianas, bar e chopp artesanal e segurança para o público curtir os dias do festival.

“Vamos proporcionar esse ambiente no primeiro “Penha Roots”.Vai ser um evento lindo, a comunidade está de braços abertos para receber os visitantes, principalmente os que terão o primeiro contato com a região do Caparaó”, finaliza Klein.

Publicidade