Política Nacional

Temer se encontra com interventor de Roraima na terça-feira, diz Etchegoyen

COMPARTILHE
16

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sergio Etchegoyen, disse neste sábado, 8, que o presidente Michel Temer vai se encontrar na próxima terça-feira (11) com o interventor do Estado de Roraima, o governador eleito, Antonio Denarium (PSL). O ministro deu a declaração a jornalistas após participar de reunião no palácio do Alvorada.

À Globonews, Haddad diz que não vai ser candidato a prefeito de São Paulo em 2020

Segundo colocado na disputa presidencial do ano passado, Fernando Haddad (PT) disse em entrevista...

Procuradoria denuncia 12 por corrupção em operações com recursos do Postalis

Os procuradores da força-tarefa Greenfield denunciaram 12 investigados por corrupção ativa e passiva, falsidade...

Indicação foi 'um gol de placa do presidente', diz Onyx sobre Eduardo

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou nesta quinta-feira, 18, que aguarda a...

Etchegoyen destacou que a imprensa saberá os termos da intervenção, decretada na sexta-feira (7) por Michel Temer, “proximamente”. Antes da definição exata dos valores que serão encaminhados para o Roraima, Etchegoyen afirmou que o interventor precisa chegar ao Estado e verificar qual é o status da situação. “Números serão oportunamente informados”, destacou.

Para o ministro, a “má gestão” do governo estadual, principal fator que desencadeou a crise em Roraima, poderia fazer com que ela se prolongasse – caso não houvesse a intervenção federal. O ministro ressaltou ainda que questão penitenciária vinha sendo atacada por convênio entre União e Roraima.

Continua depois da publicidade

Aos jornalistas, Etchegoyen destacou ainda que a intervenção passa a vigorar na assinatura do decreto e pode ser suspensa se Congresso não aprovar a medida. Segundo ele, o decreto foi assinado por Michel Temer e será publicado na próxima segunda-feira (10). Os membros do Congresso Nacional poderão contar com o tempo que julgarem necessário para a aprovação.

Na hipótese de aprovação do Congresso, o interventor terá todos os poderes de governador do Estado, exceto aqueles que se choquem com atribuições do governo federal, disse o ministro na tarde deste sábado. Roraima vem enfrentando uma crise migratória por causa da chegada de venezuelanos e também uma crise no sistema penitenciário. A governadora Suely Campos será afastada do cargo.

Caminhoneiros

Etchegoyen chegou a ser questionado por jornalistas sobre a situação dos caminhoneiros, mas disse que os problemas serão tratados separadamente. “No momento, a tensão está em Roraima”, enfatizou.

Com intensas conversas nos grupos de Whatsapp, caminhoneiros de todo o País seguem divididos quanto a uma nova paralisação, em reação à decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, de suspender a aplicação de multas pelo descumprimento dos preços mínimos do frete rodoviário até que a Corte decida sobre a constitucionalidade do tabelamento – o que não tem data para ocorrer.

Nayara Figueiredo e Luciana Constantino
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade