Internacional

Manifestante voltam às ruas de Paris contra medidas de Macron

COMPARTILHE
3

Pelo quarto fim de semana consecutivo, manifestantes tomaram as ruas da capital francesa neste sábado contra medidas do governo de Emmanuel Macron. Entre as insatisfações dos protestantes, estão o aumento dos impostos sobre combustíveis e o alto custo de vida na França.

Macron vence voto de desconfiança no Parlamento por ampla margem

O governo do presidente da França, Emmanuel Macron, sobreviveu com ampla margem a um...

Irmão de Macri nega pagamento de subornos para explorar estradas argentinas

Gianfranco Macri, irmão do presidente da Argentina, Mauricio Macri, negou nesta quinta-feira, 13, ter...

Nunca pedi a meu ex-advogado que fizesse algo errado, diz Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nunca ter pedido ao seu ex-advogado...

Em marcha na região da Champs-Elysée, em Paris, os manifestantes autodenominados de “coletes amarelos” entraram em confronto com policiais, que dispararam bombas de gás lacrimogêneo e usaram canhões d’água para tentar dispersar a multidão.

Os protestos seguem tensos, mas a polícia parece ter melhor controle da situação do que na semana anterior, quando 130 ficaram feridos e outra centena de pessoas foram presas. Autoridades francesas estimaram 8.000 de “coletes amarelos” em Paris neste sábado, abaixo do observado na semana passada.

Continua depois da publicidade

Houve protestos também em Bruxelas, capital da Bélgica. Aproximadamente 400 manifestantes se reuniram nos arredores dos prédios do governo e do parlamento belga. O grupo quebrou placas de sinalização e lançou pedras e outros objetos contra policiais, que revidaram com gás lacrimogêneo e canhões de água. Cerca de 100 pessoas foram presas preventivamente, segundo Ilse Van De Keere, porta-voz da polícia de Bruxelas.

Na Holanda, cerca de 100 pessoas se reuniram em uma manifestação pacífica no entorno do parlamento holandês em Haia. Fonte: Associated Press.

Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade