Economia

Bolsonaro participa de formatura de oficiais da Marinha

COMPARTILHE
18

O presidente eleito Jair Bolsonaro chegou agora à Escola Naval, onde participa da Cerimônia de Declaração de Guardas-Marinha de 2018. O evento marca a formatura dos oficiais da Marinha. A assessoria não confirmou se ele dará entrevista.

A governadores, Salim Mattar diz que União vai ajudar Estados a vender estatais

O secretário especial de Desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar, disse hoje a...

Judiciário prepara pacote de medidas para agilizar as recuperações judiciais

Integrantes do Judiciário preparam um pacote de medidas para agilizar o processo de recuperação...

México amplia cota livre de taxação para importar frango brasileiro

/com informações Agência Brasil   O governo mexicano ampliou em 55 mil toneladas a cota livre...

Ontem, Bolsonaro falou ao site “O Antagonista” sobre os depósitos realizados na conta da mulher dele, Michele Bolsonaro, pelo ex-motorista do senador eleito Flávio Bolsonaro, Fabrício José Carlos de Queiroz. Segundo o presidente eleito, o depósito foi de R$ 40 mil e não de R$ 24 mil e se referem ao pagamento de uma dívida de Queiroz com o próprio Bolsonaro.

Fabrício Queiroz foi exonerado do gabinete do deputado em 15 de outubro deste ano, após a eleição de Flávio para o Senado e antes do segundo turno da eleição presidencial

Continua depois da publicidade

Relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), do Ministério da Fazenda, ao qual o Estadão teve acesso, apontou movimentações bancárias na conta de Queiroz, consideradas suspeitas, de mais de R$ 1,23 milhão, entre 1º de janeiro de 2016 e 31 de janeiro de 2017.

O relatório faz parte da investigação que prendeu dez deputados estaduais no Rio, no mês passado, e traz informações sobre 75 servidores da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) que apresentaram movimentação financeira suspeita, entre os quais o ex-assessor de Flávio Bolsonaro. De acordo com o relatório, Fabrício Queiroz era motorista de Flávio Bolsonaro e ganhava R$ 23 mil mensais.

Bolsonaro afirmou, segundo o site “O Antagonista” que ele e Queiroz eram amigos e que emprestou o dinheiro porque o ex-assessor do filho estava com problemas financeiros. Segundo ele, informou o site, Queiroz fez dez cheques de R$ 4 mil para quitar a dívida de R$ 40 mil. “Eu podia ter botado na minha conta. Foi para a conta da minha esposa porque eu não tenho tempo de sair. Essa é a história, nada além disso. Não quero esconder nada, não é nossa intenção”, declarou ao site.

Renata Batista
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade