Internacional

Promotores pedem pena de prisão "substancial" para ex-advogado pessoal de Trump

COMPARTILHE
6

Promotores federais de Nova York afirmaram que Michael Cohen, ex-advogado pessoal do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deveria receber uma pena de prisão “substancial”. Segundo os promotores, as informações fornecidas por Cohen não foram o suficiente para caracterizar uma cooperação total nas investigações.

Premiê da Bélgica renuncia ao cargo em meio a debate sobre questão migratória

O primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel, apresentou um pedido de renúncia na noite desta...

Trump aceita fechar sua fundação, anuncia procuradora de NY

O presidente americano, Donald Trump, aceitou fechar sua fundação de caridade, a Trump Foundation,...

Casa Branca diz que tem opções para financiar muro e evitar paralisação

"Temos outras maneiras de chegar a esses US$ 5 bilhões", disse Sanders à Fox...

Sem recomendar um prazo exato para a pena, os promotores federais disseram que Cohen deveria receber uma sentença pouco inferior à faixa de aproximadamente quatro a cinco anos.

Cohen deve ser sentenciado por um juiz federal na quarta-feira, após admitir a culpa em nove crimes federais. Em agosto, o advogado admitiu a culpa por crimes como fraude tributária, declarações falsas à Justiça e contribuições ilegais de campanha. Fonte: Dow Jones Newswires.

Continua depois da publicidade

Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade