Esporte Nacional

River fecha treino em Madri e faz mistério às vésperas da final

COMPARTILHE
8

O técnico Marcelo Gallardo comandou nesta sexta-feira o penúltimo treino do River Plate antes da decisão da Libertadores. No CT do Real Madrid, o treinador fechou a atividade à imprensa e fez mistério sobre a escalação que encara o Boca Juniors no domingo, no estádio Santiago Bernabéu.

Torcida do Santos organiza recepção para Sampaoli em aeroporto

A torcida do Santos está organizando uma grande recepção para o argentino Jorge Sampaoli,...

Melhor jogadora do mundo, Marta diz que toparia defender o CSA no Brasileirão

Uma das novidades do Campeonato Brasileiro em 2019, o CSA poderia ter um reforço...

Lei é aprovada e clubes brasileiros podem ser patrocinados por sites de apostas

O Congresso Nacional, em Brasília, promulgou na última quarta-feira a Lei nº 13.756 ("Lei...

Apesar do mistério, Gallardo tem a maior parte da escalação do River Plate encaminhada. Dez titulares parecem já ter a presença definida: Armani; Montiel, Maidana, Pinola e Casco; Exequiel Palacios, Ponzio, Enzo Pérez e Pity Martínez; Lucas Pratto.

Resta, então, saber quem será o 11.º titular. De acordo com a imprensa argentina, Gallardo tem quatro opções para a vaga, sendo que cada uma delas representa uma formação tática diferente.

Continua depois da publicidade

Se mantiver o esquema mais defensivo utilizado no jogo de ida, no empate por 2 a 2 em La Bombonera, Gallardo escalará o zagueiro Martínez Quarta ao lado de Maidana e Pinola, compondo o trio de zaga e formando o 3-6-1. Scocco, recuperado de contusão, pode entrar ao lado de Pratto, deixando a equipe em um clássico 4-4-2.

As outras duas opções resultariam em um 4-5-1, mas com estilos diferentes. Se escolher Nacho Fernández, Gallardo escalará o River com três volantes. Nos últimos dias, porém, ganhou força o nome do jovem Julián Alvarez, de 18 anos, que poderia compor uma trinca de meias com Enzo Pérez e Pity Martínez, com Lucas Pratto isolado no ataque.

Gallardo deve revelar a escalação somente momentos antes da partida. Depois das cenas de violência do último dia 24, nas cercanias do Monumental de Núñez, o River precisa de uma vitória simples domingo, em Madri para conquistar o título. Um novo empate leva a decisão para a prorrogação.

Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade