Variedades

Morre, aos 63 anos, o líder da banda punk Buzzcocks

COMPARTILHE
10

O mundo dos ídolos punks sofreu uma forte baixa. Aos 63 anos de idade, Pete Shelley, vocalista, guitarrista e líder da banda punk inglesa Buzzcocks, morreu na quinta-feira, 6, na Estônia, onde ele morava. A causa de sua morte foi um ataque cardíaco fulminante, segundo informação confirmada na página oficial da banda no Facebook.

Para apresentador, ativismo mudou cobertura de eventos com artistas de Hollywood

Brad Goreski será um dos apresentadores do tapete vermelho do Oscar no canal E!...

Única mulher nordestina nos palcos da MPB, Elba lembra de suas origens no Rio

Elba não deixou por menos. Antes de terminar o show que lançou um dos...

Gang 90 volta ao palco depois de 30 anos

Aquilo tudo parecia diversão, e também era. Música pop de refrão imediato, colorida, vigorosa,...

A nota da banda diz: “É com profunda tristeza que confirmamos a morte de Pete Shelley, um dos compositores mais influentes e prolíficos da Grã-Bretanha e co-fundador da seminal banda punk Buzzcocks. A música de Pete inspirou gerações de músicos em todo o mundo em uma carreira que se estendeu por cinco décadas tanto com a banda quanto como artista solo, e ele foi aclamado no mais elevado panteão da música pela indústria e por seus fãs.”

Sob a influência dos Sex Pistols, os Buzzcocks surgiram para o mundo punk na segunda metade da década de 1970. Foram pioneiros do movimento musical em Manchester, na Inglaterra.

Continua depois da publicidade

O grupo esteve na estrada de 1976 até 1981. Retomou a carreira anos depois, em 1989, e não parou mais.

Na primeira fase da banda, eles lançaram os álbuns Another Music in a Different Kitchen (1978), Love Bites (1978) A Different Kind of Tension (1979). Seu disco mais recente é The Way, lançado em 2014.

A importância está na definição do material genético de várias bandas punks, como o Teenage Fanclub. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade