Política Nacional

Em carta à BBC, Lula diz que Moro fez política e agora se beneficia disso

COMPARTILHE
11

A emissora de televisão britânica BBC publicou nesta quinta-feira, 6, em seu site trechos de uma entrevista feita por carta com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde abril pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso do triplex de Guarujá (SP).

Premiê reeleito da Índia agradece a Bolsonaro e fala em cooperação

O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro as felicitações por...

Bolsonaro deixa residência no Rio para ir ao casamento do filho Eduardo

O presidente Jair Bolsonaro deixou por volta das 15h deste sábado, 25, sua casa,...

Juiz bloqueia bens de perito por fraude em laudos contra a Dersa

O juiz Marcelo Sérgio, da 2.ª Vara de Fazenda Pública de São Paulo, mandou...

Em suas respostas, o petista acusa o ex-juiz federal Sergio Moro, futuro ministro da Justiça no governo Jair Bolsonaro, de ter agido politicamente durante o seu processo, para prendê-lo e, assim, tirá-lo da disputa presidencial. “Bolsonaro só ganhou porque não concorreu contra mim”, disse o ex-presidente.

“Então, Moro fez política e não justiça, e agora se beneficia disso”, continua Lula, em referência ao fato de o ex-juiz ter aceitado o cargo de ministro da Justiça de Bolsonaro, após a vitória do capitão da reserva contra o candidato do PT, Fernando Haddad, que substituiu Lula na disputa.

Continua depois da publicidade

O ex-presidente foi condenado por Moro, à época juiz de primeira instância, a nove anos e meio de prisão. Na segunda instância, julgado por desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), de Porto Alegre, o petista teve a pena aumentada para 12 anos e um mês.

Proibido de dar entrevistas presenciais ou por telefone, Lula respondeu a perguntas feitas por carta pelo jornalista brasileiro Kennedy Alencar, para um documentário da BBC, informou a emissora.

André Ítalo Rocha
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade