Economia

Mercosul quer concluir negociações com UE até março, diz chanceler do Uruguai

COMPARTILHE
13

O Mercosul trabalha com uma aspiração de concluir as negociações do acordo de livre comércio com a União Europeia até março de 2019, disse nesta quinta-feira, 6, o chanceler do Uruguai, Rodolfo Nin Novoa, ao final de uma reunião de ministros das Relações Exteriores do Mercosul realizada no Palácio Itamaraty. Esse prazo corresponde à janela de oportunidade existente antes da mudança do Parlamento Europeu e possível troca de comissários.

Bolsas de NY fecham em alta com fala de Trump, mas corte do JPMorgan tira força

As bolsas nova-iorquinas fecharam em alta nesta sexta-feira, 23, depois de o presidente dos...

Fitch reafirma rating de Portugal em BBB e altera perspectiva para positiva

A Fitch reafirmou o rating BBB de Portugal, mas alterou a perspectiva para positiva....

Fitch reafirma rating da Turquia em BB, com perspectiva negativa

A Fitch reafirmou o rating BB da Turquia, com perspectiva negativa. A agência informa...

O chanceler do Brasil, Aloysio Nunes Ferreira, comentou que houve muitos avanços nas negociações nos últimos dois anos. Porém, ainda há pontos em aberto e a reunião teve como objetivo “ajustar posições” no bloco antes da rodada técnica de negociações que se inicia na próxima segunda-feira em Montevidéu.

Novoa disse que esteve com o futuro chanceler, Ernesto Araújo, assim como com o ministro argentino, Jorge Faurie. O uruguaio comentou que a ideia é manter a mesma rota de relacionamento.

Continua depois da publicidade

O futuro governo não tem o Mercosul entre suas prioridades, segundo já afirmou o ministro da Economia, Paulo Guedes. Questionado sobre uma mudança no status do Mercosul, com o possível fim da união aduaneira, Novoa disse que isso será discutido oportunamente.

Lu Aiko Otta
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade