Economia

BNDES reafirma meta de desembolso de R$ 70 bi em 2018

COMPARTILHE
5

A transição no comando do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está indo “superbem”, disse nesta quinta-feira, 6, o presidente da instituição de fomento, Dyogo Oliveira. O executivo evitou detalhar o debate sobre ampliação do valor a ser devolvido pelo BNDES ao Tesouro em 2019, mas sinalizou que as estimativas do valor que o banco poderá desembolsar no próximo ano dependerá disso.

'Não vamos liquidar a Gafisa', diz presidente

A nova gestão da Gafisa tem plano de gerar valor para a incorporadora no...

Empresas pressionam por redução dos subsídios que encarecem conta de luz

As empresas estão pressionando para que os subsídios embutidos na conta de luz de...

Representantes de Ghosn resgatam bens em apartamento no Rio de Janeiro

A Nissan informou ontem que representantes do presidente do conselho deposto, Carlos Ghosn, recuperaram...

“O BNDES pode aumentar um pouco o desembolso, mas a nossa principal aposta é que haja um crescimento da participação do mercado privado no financiamento ao investimento”, afirmou Oliveira a jornalistas, após participar de um evento no Rio.

Questionado sobre de quanto poderia ser o aumento do desembolso, o executivo respondeu: “Depende um pouco dessa questão da devolução.”

Continua depois da publicidade

Em momento anterior na entrevista, Oliveira evitou responder sobre as discussões em torno dos valores a serem devolvidos ao Tesouro em 2019. O executivo disse apenas que já se reuniu como futuro presidente do BNDES, o ex-ministro da Fazenda Joaquim Levy, e que os dois “têm se falado”.

A ampliação nas devoluções do BNDES é uma das estratégias da equipe do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, para reduzir a dívida pública bruta.

O diretor de Finanças do BNDES, Carlos Thadeu de Freitas, estimou em entrevista ao Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) no mês passado que seria possível ampliar a devolução em R$ 40 bilhões, além dos R$ 26,6 bilhões já acordados com o Tesouro, se os desembolsos do BNDES em 2019 ficarem entre R$ 70 bilhões e R$ 80 bilhões.

Nesta quinta-feira, Oliveira reafirmou a expectativa de desembolsos na casa de R$ 70 bilhões também em 2018.

Vinicius Neder
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade