Economia

Irã diz que é a 1ª vez que um presidente dos EUA instrui Opep sobre o que fazer

COMPARTILHE
7

O ministro de petróleo do Irã, Bijan Namdar Zangeneh, disse nesta quinta-feira que é a primeira vez que um presidente dos EUA dá instruções sobre o que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) deve fazer.

BB e Itaú São ações preferidas dentro do setor após safra de balanços

Após o fim da safra de balanços dos grandes bancos relativos ao quarto trimestre...

Governo não mexerá, por ora, na banda larga

O governo ainda não tem previsão sobre o início da discussão de um tema...

Equipe econômica vai revisar 37 medidas antidumping

Depois de comprar briga com o setor agropecuário ao acabar com sobretaxa para a...

Ontem, o presidente americano, Donald Trump, afirmou no Twitter que “esperançosamente, a Opep vai manter o fluxo de petróleo como está, não restringi-lo”.

“O mundo não quer, ou precisa, de preços mais altos do petróleo!”, acrescentou ainda o presidente americano.

Continua depois da publicidade

Em seguida, o ministro de petróleo da Venezuela, Manuel Quevedo, afirmou que a Opep não recebe instruções políticas de ninguém e que Trump é “apenas um observador fora da Opep”.

O cartel e seus aliados estão reunidos nesta quinta-feira e um corte na produção da commodity é esperado pelo mercado. O ministro do Irã, no entanto, disse não ser contra o corte, mas que não poderá participar “até que as sanções impostas pelos EUA sejam retiradas”, disse Zangeneh, antes do início da reunião.

Segundo ele, “o preço do petróleo é aceitável entre US$ 60 e US$ 70 o barril”, acrescentando que o Irã está comprometido em permanecer na Opep.

Niviane Magalhães, com informações da Dow Jones Newswires
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade