Economia

Correção: Firjan estima que Rio receberá US$ 31 bi em investimentos da Petrobras

COMPARTILHE
13

A nota enviada anteriormente continha incorreção no título e no texto. Segundo a Firjan o Rio receberá US$ 31 bilhões e não US$ 45 bilhões como foi anteriormente informado. Segue a nota abaixo corrigida:

Arábia Saudita procura importar petróleo para manter exportações, dizem fontes

Após os ataques lançados contra instalações petrolíferas da Arábia Saudita no último fim de...

Usiminas assina com governo MG compromisso de investimento de R$ 219,8 milhões

A Usiminas assinou com o governo do Estado de Minas Gerais nesta quarta-feira, 18,...

Com juro menor, renda fixa vira ‘seguro’

A queda na taxa de juros Selic, que nesta quarta-feira, 18, registrou novo piso...

O Plano de Negócios da Petrobras para o período 2019-2023 agradou à Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), que espera que mais de 65% dos investimentos em desenvolvimento da produção – cerca de US$ 31 bilhões – sejam aplicados no Estado do Rio, voltando a impulsionar a indústria de fornecedores.

A Firjan destacou que o Rio também ficará com boa parte dos 450 mil postos de trabalho que serão abertos com o aumento da exploração e produção da estatal nos próximos 5 anos de duração do plano, além de uma fatia relevante nos R$ 600 bilhões previstos em arrecadação de tributos federais, estaduais e municipais.

Continua depois da publicidade

“A estratégia demonstra o foco da empresa no offshore e no Estado fluminense, que deve receber mais de 65% dos investimentos de desenvolvimento da produção. A Firjan avalia também que este montante tem potencial de estimular novamente a indústria local, com a promoção de novos negócios. Para isso, as empresas precisam estar preparadas e aproveitar as oportunidades deste novo ciclo”, avaliou a Firjan em nota à imprensa.

O PN 2019-2023 da Petrobras foi divulgado nesta manhã de quarta-feira, 5, na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e, ao contrário de outros anos, a empresa não convocou jornalistas para explicar sua estratégia. Em teleconferência sem a participação do atual presidente, Ivan Monteiro, que será substituído no próximo governo, a estatal respondeu apenas a analistas sobre o planejamento de investir US$ 84,1 bilhões no período, sendo a maior parte em Exploração e Produção.

A Firjan destacou ainda o aumento dos investimentos em exploração e a revitalização da bacia de Campos, “que também causa impacto importante para o Estado do Rio, especialmente na região Norte Fluminense”. A entidade considerou promissor o aumento de 59% nos dispêndios da etapa de exploração em relação ao plano anterior, com US$ 10,8 bilhões para o período 2019-23, lembrando que a bacia de Campos receberá boa parte desses investimentos dentro do plano da companhia de revitalizar campos maduros e desenvolver ativos adquiridos nos últimos leilões.

Denise Luna e Fernanda Nunes
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade