Espírito Santo

Banestes fecha terceiro trimestre com lucro de R$ 55 milhões

COMPARTILHE
Foto: Assessoria Banestes
316

O Banestes obteve lucro líquido de R$ 55 milhões no terceiro trimestre de 2018, um crescimento de 39,7% em relação ao mesmo período do ano passado. No acumulado dos nove primeiros meses do ano, foram R$ 136 milhões, um avanço de 9,7% se comparado a setembro de 2017.

Veja quais serviços estaduais da Saúde vão funcionar no feriadão

Os serviços públicos estaduais de urgência e emergência vão atender normalmente nesta quinta-feira (15),...

Aeroporto de Vitória terá voos diretos para Recife

A Azul Linhas Aéreas anunciou na tarde desta quarta-feira (14) o novo voo da...

Produtores capixabas premiados na Semana Internacional do Café serão recebidos por Hartung

O governador Paulo Hartung receberá em seu gabinete os produtores capixabas ganhadores do 1º...

Com isso, o Banco registrou mais um novo recorde histórico: R$ 187 milhões de lucro líquido nos últimos 12 meses, aumento de 12% contra os 12 meses subsequentes. O resultado anual de 2017 já havia sido histórico para o Banestes, com lucro recorde de R$ 175,2 milhões.

“Trabalhamos muito no Banestes para fazer entregas relevantes de produtos e serviços para nossos clientes com foco em melhorar a experiência deles. E esse resultado mostra que estamos no caminho certo, mas ainda temos muito a fazer”, declarou o diretor-presidente do Banco, Michel Sarkis.

Continua depois da publicidade

A Carteira de Crédito Ampliada registrou saldo de R$ 5,9 bilhões no terceiro trimestre do ano, crescendo 8,1% em relação ao mesmo período de 2017. Os destaques ficam por conta dos empréstimos (+10,2%), financiamentos imobiliários (+17,8%) e Títulos e Valores Mobiliários (TVM) privados (+12,8%).

Em 12 meses, o saldo de Crédito Consignado registrou alta de 9,5%, o Crédito Pessoal aumentou 20,9% e o Capital de Giro cresceu 17,5%.

A Carteira de Crédito Comercial (conceito Bacen) superou o saldo de R$ 4,1 bilhões, sendo R$ 2,4 bilhões (59,4%) de operações com pessoas físicas e R$ 1,7 bilhão com pessoas jurídicas (40,6%). Da carteira de pessoa jurídica, 86,6% são concessões a micro, pequenas e médias empresas.

O Índice de Inadimplência da Carteira de Crédito Comercial (acima de 90 dias) encerrou o trimestre em 3,4%, redução de 0,3 p.p. contra o trimestre anterior e de 0,5 p.p. contra o mesmo período de 2017. No segmento Pessoa Física, esse índice atingiu 2,1%, enquanto no segmento corporativo fechou em 5,3%.

O Patrimônio Líquido ao final do terceiro trimestre deste ano manteve saldo acima de R$ 1,4 bilhão, crescendo 2,0% em relação ao saldo do trimestre anterior e 4,0% se comparado ao mesmo período do ano de 2017.

A nota de rating em escala nacional (moeda local) para risco de crédito medida pela Fitch Ratings no período manteve-se inalterada em A+ (bra) com perspectiva estável. Já a RISKBank, responsável pelo sistema de classificação de Risco Bancário, elevou a nota de classificação da instituição de 9,63 BRMP 2 – Baixo Risco de Médio Prazo – para 9,72 BRMP 2.

No terceiro trimestre, a distribuição de Juros Sobre Capital Próprio (JSCP) aos acionistas atingiu R$ 27 milhões. No acumulado, foi destinado aos acionistas o valor de R$ 57 milhões a título de JSCP, representando a distribuição parcial de 41,8% do lucro líquido do período.

 Tecnologia

O Banestes tem investido de forma robusta em Tecnologia da Informação e Comunicação. De janeiro a setembro de 2018, foram destinados R$ 23,6 milhões para a área, proporcionando significativas melhorias nos serviços bancários.

Os investimentos ampliaram a prestação de serviços pelos canais digitais, principalmente no Internet Banking, Aplicativo Banestes e na plataforma Banestes.Corp (voltada para cliente PJ).

Um dos resultados desse investimento é que, nos nove primeiros meses de 2018, o volume de operações em canais eletrônicos ultrapassou 58 milhões, crescendo 24,7% sobre igual período do ano de 2017. Destaque para o Aplicativo Banestes: foram mais de 33 milhões de transações, aumento de 68,7% no período. O volume de transações totais (financeiras e não financeiras) no App no terceiro trimestre já representa mais de 40%, quando comparado com outros canais do Banco.

Cartões

A família de cartões do Banestes opera em constante avanço. O Banescard, bandeira própria do Banco, registrou de janeiro a setembro de 2018 mais de 17 milhões de operações, expansão de 13,3% comparada ao mesmo período de 2017. O valor transacionado em compras e saques com os cartões de débito e crédito atingiu R$ 1,2 bilhão e obteve crescimento de 14,2% contra 2017.

Já os cartões de crédito e débito Banestes Visa mantêm crescimento expressivo. No acumulado dos três trimestres de 2018 obteve crescimento de 43,0% em números de transações em compras e saques, com relação ao mesmo período de 2017. Esse fato resultou em um aumento de 40,0% no seu faturamento, alcançando a cifra de R$ 698 milhões no período.

O faturamento dos cartões das duas bandeiras (Banescard e Visa) teve aumento de 22,3% de setembro de 2017 ao mesmo período deste ano. 

Novas agências

Mesmo diante de um cenário ainda de recessão no País, o Banestes inaugurou no Estado quatro agências de negócios, sendo três em Vitória (Mata da Praia, Jardim da Penha e Jardim Camburi) e uma em Cariacica (Campo Grande).

Além disso, transformou em agências de negócios as unidades tradicionais de Itaoca, Braço do Rio, Barra do Riacho, Shopping Vila Velha, Bela Aurora, Planalto Carapina, Feu Rosa e Boa Vista. Ao todo, já são 12 novas agências de negócios em todo o Estado.

Esse novo modelo de agência possui espaço moderno, voltado aos clientes interessados em contratar produtos como crédito consignado, cartões Banestes, seguros, crédito pessoal e linhas específicas para micro, pequenas e médias empresas.

Os saques, pagamentos de contas e contratação de serviços ficam disponíveis nas salas de autoatendimento anexas. Importante destacar que as agências de negócios funcionam em horário diferenciado e estendido, das 9h às 17h, justamente para dar mais comodidade ao cliente. 

Estrutura e novo slogan

O Banestes conta com 2.346 empregados ativos e com a maior rede de atendimento bancário no Espírito Santo, distribuída em 122 agências, 34 postos de atendimentos, 319 postos de atendimento eletrônico e 387 correspondentes bancários. Em 19 cidades capixabas, é o único banco presente.

E para o Banestes não basta estar presente, é preciso se desenvolver com os clientes e o Espírito Santo. Foi pensando nisso que o Banco apresentou ao mercado neste terceiro trimestre de 2018 uma mudança no posicionamento de sua marca.

A partir do estudo de branding, que traçou a avaliação da percepção dos capixabas sobre a marca, o Banco passou a assinar suas comunicações com o novo slogan “Crescemos juntos”. Ele traduz o propósito do Banestes de fazer diferença no crescimento das pessoas e do Espírito Santo.

Além disso, reflete a mudança de cultura organizacional vivida pelo Banco nos últimos tempos, com rotinas cada vez mais voltadas para o engajamento das pessoas e uma jornada digital mais presente e veloz.

Empresas

O resultado positivo do Banco é seguido pelas suas empresas coligadas. A Banestes Seguros teve lucro líquido acumulado apurado até o terceiro trimestre de 2018 de R$ 11 milhões.

A Banestes Corretora, até setembro de 2018, teve volume de prêmio emitido junto à Banestes Seguros de aproximadamente R$ 14 milhões para seguro auto (+3,7%), um montante superior a R$ 2 milhões para seguro residencial (+38,7%) e R$ 3 milhões para acidentes pessoais (+31,7%).

A carteira de seguros de vida ultrapassou os R$ 5 milhões, crescimento de 11,1% em relação ao mesmo período de 2017. O volume de vendas de títulos de capitalização ultrapassou a marca de R$ 1 milhão (+3,7%) e de previdência foi de R$ 463 mil para planos com pagamentos mensais, um aumento de 22,9% e, aproximadamente, R$ 30 milhões para aportes e portabilidades (+25,6%).

Já a Banestes DTVM registrou lucro líquido, até setembro de 2018, de R$ 4 milhões, excluindo o resultado de participação em controladas. Considerando o consolidado da DTVM e sua controlada Banescor, o lucro líquido foi de R$ 8 milhões no período.

Neste ano, a Banestes DTVM lançou a Plataforma Banestes Investimentos, ferramenta 100% digital para ofertar produtos de investimento aos seus clientes, ampliando consideravelmente as alternativas para diversificação de suas carteiras.

 

Publicidade