Segurança

Operação de combate à pedofilia cumpre mandados em 18 Estados e em Buenos Aires

COMPARTILHE
322
Advertisement

Uma operação policial internacional de combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet foi desencadeada na manhã desta quinta-feira, 22, em 18 estados brasileiros e também em Buenos Aires, capital da Argentina.

PM detém dois, apreende pedras de crack e mais de mil reais em Mimoso do Sul

A Polícia Militar deteve dois suspeitos de tráfico de drogas nesta sexta-feira (3) em...

Populares tentam tirar menor da custódia da PM após apreensão com drogas em Guaçuí

Na madrugada deste sábado (4) a Polícia Militar apreendeu um menor com drogas em...

Jovem de 18 anos morre ao ser atingida com vaso sanitário na cabeça no ES

A manhã deste sábado (4) foi marcada por uma tragédia no bairro Castelo Branco,...

A ação denominada ‘Luz na Infância 3’, coordenada entre a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Segurança Pública e as Polícias Civis do Distrito Federal e de 18 Estados, cumpre 69 mandados de busca e apreensão.

O Corpo de Investigações Judiciais (CIJ) do Ministério Público Fiscal da Cidade Autônoma de Buenos Aires, Argentina, realiza operação simultânea e cumpre 41 mandados de busca.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Os alvos internacionais foram identificados após atuação conjunta entre a Diretoria de Inteligência da Senasp/MSP e autoridades policiais da Argentina. As ações simultâneas realizadas nos dois países mobilizam um efetivo aproximado de mil policiais.

A Operação Luz na Infância teve início em outubro de 2017, quando foram cumpridos 157 mandados e presos 112 abusadores. Na segunda edição, ocorrida em maio de 2018, houve cumprimento de 579 mandados de busca, resultando na prisão de 251 pessoas.

A Operação Luz na Infância 3 é fruto de cooperação entre a Secretaria Nacional de Segurança Pública, a Polícia de Imigração e Alfândega dos EUA (“US Immigration and Customs Enforcement – ICE”), o Corpo de Investigações Judiciais (CIJ) do Ministério Público Fiscal da Cidade Autônoma de Buenos Aires e as Polícias Civis do Brasil para o desenvolvimento e aprimoramento da atividade de repressão à exploração sexual infanto-juvenil.

Ana Paula Niederauer
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.