Geral

França nega necessidade de transferência de detentos para presídios federais

COMPARTILHE
4

O governador de São Paulo, Márcio França (PSB), negou o risco de fuga ou necessidade de transferências de presos da unidade penitenciária de Presidente Vesceslau, presídio de segurança máxima no interior do Estado.

Robô eleva adesão a cirurgia de próstata

Quando chegaram ao Brasil, há uma década, os três robôs utilizados em cirurgias eram...

Chegada de escolas de elite impulsiona transformação de colégios tradicionais

O início neste ano das atividades de grandes escolas particulares em São Paulo, que...

Mega-Sena acumulou e deve pagar mais de R$ 40 milhões

O concurso número 2098 da Mega-Sena sorteou na noite deste sábado, 17, os seis...

“Na hora que as forças de segurança entenderem a necessidade de qualquer mudança, eu não terei problema de fazer. Não há essa fala hoje”, disse o governador, após evento da Polícia Militar, no bairro da Água Fria, zona norte da capital paulista.

A inteligência da polícia descobriu que integrantes do PCC estavam planejando um resgate de membros da facção que estão no presídio. O plano previa uso de um caminhão blindado para derrubar o muro da unidade e libertar seis integrantes da cúpula da facção.

Continua depois da publicidade

O governador acrescentou que o corpo de policiais responsável pela unidade é “extremamente preparado” e que não se sente constrangido de pedir ajuda federal se a orientação das forças de segurança fossem para fazê-lo.

Cristian Favaro
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade