Economia

Bolsonaro nega autoria de proposta de 40 anos de contribuição e alíquota maior

COMPARTILHE
18

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), negou nesta sexta-feira, 9, pelo Twitter que sejam de autoria da equipe econômica dele as propostas de reforma da Previdência que sugerem 40 anos de contribuição para aposentadoria integral e alíquota previdenciária complementar de até 22% para servidores públicos federais.

Partido Comunista Chinês diz que economia enfrenta pressões negativas

O comitê do Partido Comunista da China disse nesta sexta-feira, 19, que a despeito...

Ofensiva da rede chancela discurso do Itaú que defendia pagamento em 2 dias

O contra ataque da Rede no setor das maquininhas, isentando a antecipação de recebíveis,...

Itaú diz que taxa zero na antecipação de recebíveis vale para qualquer cliente

O Itaú Unibanco e a Rede, braço de adquirência do banco, informaram ao Broadcast,...

“As propostas de reforma da Previdência divulgadas pela imprensa, sugerindo 40 anos de contribuição para aposentadoria integral e 22% de alíquota de INSS, não são de nossa autoria como tentam atribuir falsamente”, escreveu o presidente eleito.

Equipe AE
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Continua depois da publicidade