Cidades

Em seis dias, mais de 100 toneladas de lixo foram retiradas em Guaçuí

COMPARTILHE
870
Advertisement
Advertisement

Uma verdadeira operação de guerra contra o lixo descartado irregularmente foi desencadeada na semana comemorativa ao Dia Mundial da Limpeza conhecida por World Cleanup Day na cidade de Guaçuí, região do Caparaó. A ação foi promovida pela prefeitura municipal e contou com a união das secretarias de Meio Ambiente, Educação, Obras, Saúde, Agricultura e muitos voluntários.

Continua depois da publicidade

Durante quase dois meses a secretaria de Meio Ambiente promoveu uma intensa mobilização com palestras envolvendo dez escolas, uma faculdade, clubes de serviços, voluntários em geral também em redes sociais, explicando o que é e como participar da semana alusiva ao Dia Mundial da Limpeza, que tem como objetivo principal chamar a atenção para os danos ao meio ambiente pelo descarte irregular do lixo em todo o planeta.

A cidade foi mapeada e dezessete pontos, incluindo bairros da região central e periféricos além de um distrito, receberam a ação voluntária de limpeza com o recolhimento manual e com maquinários pesados das secretarias de obras e agricultura.

Um gigantesco contingente de 1.269 alunos com idades entre 02 a 17 anos de dez escolas participaram das ações de segunda a sexta-feira durante todo o dia, além da participação da Guarda Mirim, uma faculdade, membros do Lions, Rotary, jovens do Capitulo DeMolay da Maçonaria, educadores e até mesmo do Governador do Distrito 11 do Lions Clube, abrangendo parte dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo –  Edson Francis da Silva Souza, esteve em Guaçuí na manhã deste sábado (15) no encerramento da solenidade, quando houve uma grande reunião na praça central da cidade, sendo apresentado um balanço das ações pelo secretário de Meio Ambiente Roberto Martins desenvolvidas de 10 a 15 de setembro com a presença da prefeita municipal Vera Costa, secretários de Obras, educação, Agricultura e muitos outros voluntários. Na oportunidade, crianças realizaram uma limpeza simbólica na praça enquanto os dados eram divulgados pelos presentes.

Continua depois da publicidade

Segundo o secretário de Meio Ambiente Martins, todo o sucesso da ação se deu por conta da união de todos os envolvidos diante da gravidade do problema que é o descarte irregular do lixo não só em Guaçuí, mas em todo o planeta. “Foi uma gigantesca educação ambiental na prática com resultados altamente expressivos. Aproveitamos cada oportunidade para conscientizarmos as pessoas para a necessidade da reciclagem, de cada um fazer a sua parte a respeito do descarte irregular do lixo e o consumo consciente da água. É preciso o envolvimento das pessoas ou nenhum governo no mundo conseguirá vencer esse desafio gigante. Cada um é responsável pelo lixo que produz”, enfatizou.

Nos dezessete pontos de atuação foram recolhidos, 118 toneladas de lixo além de mais 187 sacos de 100 litros com resíduos recolhidos manualmente principalmente pelos alunos. Também foram plantadas duas quaresmeiras e mais dois ipês. Quase 50 professores participaram das ações além muitos outros voluntários.

Tudo foi devidamente registrado por meio de fotos e filmagens que eram enviadas diariamente para a coordenação nacional que por sua vez replicará o conteúdo para Estônia. Segundo a secretaria de Meio ambiente, o material produzido também será utilizado em educação ambiental no município.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Dentre os objetos retirados principalmente às margens do Rio Veado que corta a cidade, foram encontradas garrafas plásticas e de vidro, muitos sapatos, roupas, bolsas, pneus, brinquedos, aparelhos de celular, placa mãe de computador, embalagens de isopor para lanche, dentre outros.

O secretário de Educação Vanderson Pires Vieira ao receber o relatório final das ações disse que Guaçuí transformou o World Cleanup Day, “numa semana de muito aprendizado para os estudantes. Sem dúvida, foi o maior evento de educação ambiental já realizado em nossas escolas”, concluiu.

Também no sábado com a presença dos envolvidos encerrando as atividades, foi plantado uma grande muda de ipê-amarelo no centro da cidade para marcar a primeira participação de Guaçuí no evento.

Dia Mundial da Limpeza

O evento começou em 2008, em uma pequena ação da Estônia, quando 50 mil pessoas se reuniram para limpar o país inteiro em apenas cinco horas. Esta ação cívica foi realizada por voluntários e os organizadores nomearam a ação “Let’s Do It” ou “Vamos fazer isso!”. Agora são mais de 150 países que organizam limpezas baseadas no mesmo modelo. O modelo de limpeza é padrão e acontece simultaneamente em todos os locais participantes.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].