Eleições 2020

Púlpito de Lula ficará vazio no debate de hoje (17) na Rede TV

COMPARTILHE
Foto Agência Brasil
162
Advertisement
Advertisement

A Rede TV e a revista IstoÉ realizam nesta sexta-feira (17) , a partir das 22h, debate com oito candidatos a presidente. Vão participar Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Jair Bolsonaro (PSL), Guilherme Boulos (PSOL), Geraldo Alckmin (PSDB), Henrique Meirelles (MDB) e Marina Silva (Rede). A emissora informou que deve deixar vazio o púlpito no qual ele ficaria durante a exibição do programa.

Continua depois da publicidade

O candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, está preso desde 7 de abril, na sede da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba, em função de sua condenação a 12 anos e um mês de prisão na ação penal do caso do tríplex do Guarujá (SP).

Para o PT, como candidato registrado no TSE, Lula tem direito de participar do debate. A candidatura dele foi registrada pelo partido na quarta-feira (15), com o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, com vice na chapa.

Em tese, o ex-presidente estaria enquadrado no artigo da Lei da Ficha Limpa que impede a candidatura de condenados por órgãos colegiados. No entanto, o pedido de registro e a possível inelegibilidade precisam ser analisados pelo TSE. O pedido funciona como o primeiro passo para que a Justiça Eleitoral analise o caso.

Continua depois da publicidade

A presidente do TSE, ministra Rosa Weber, decidiu na noite dessa quarta-feira (15) que o relator do pedido de registro da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve ser o ministro Luís Roberto Barroso. Inicialmente, o pedido de registro de Lula foi distribuído por sorteio e ficou com Barroso, mas o PT questionou a Corte Eleitoral sobre os critérios de definição da relatoria.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].