Cidades

Juiz de Muqui manda Vivo desativar chamada de espera com sertanejo universitário

COMPARTILHE
5323
Advertisement
Advertisement

O juiz da Vara Única de Muqui determinou que Vivo desative o serviço “som de chamada”, do aparelho de uma moradora do município. Segundo a requerente, o serviço, que permite que o cliente escolha uma música para tocar enquanto aguarda sua chamada ser atendida, passou a tocar uma música do gênero sertanejo universitário, sem seu consentimento ou autorização.

Continua depois da publicidade

Segundo o magistrado, embora a Vivo tenha afirmado que a consumidora contratou o serviço, ela falhou em comprovar tal afirmação, tendo apresentado parecer genérico quando bastaria apenas trazer aos autos a transcrição das mensagens SMS ou gravação eletrônica pela qual houve a contratação do serviço.

“Assim, impõe-se a declaração de inexistência de relação jurídica obrigacional entre as partes referente à cobrança do serviço intitulado “som de chamada”, que deve ser desativado da linha telefônica da cliente”, concluiu o magistrado.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].