Cidades

Enterro de comerciante morto a tiros em Guaçuí será neste sábado (11)

COMPARTILHE
1080
Advertisement
Advertisement

A brutal morte do comerciante de Guaçuí,Rafael Ridolfi, de 31 anos, deixou a cidade em luto nesta sexta-feira (10). Nas redes sociais diversos colegas e familiares publicaram mensagens de pesar.

Continua depois da publicidade

“Hoje uma família inteira se encontra desolada e triste por demais. A violência é um problema crônico da nossa sociedade, está aí na nossa cara, dói, mas quando a vítima é uma pessoa próxima, ela rasga, o nosso chão desaparece e aquele mundo difícil, se torna ainda mais insuportável, e as lágrimas dos tios, dos primos, dos amigos e dos irmãos não são capazes de trazer a pessoa de volta, e não servem de alerta para que algo precisa mudar e com urgência neste país”, desabafou uma familiar de Rafael, em postagem no Facebook.

O velório será a partir das 20h30 na capela mortuária de Guaçuí. O sepultamento está previsto para as 10 horas de sábado (11), no município.

Crime

Continua depois da publicidade

Rafael, de acordo com a polícia, foi ao bairro São Miguel atrás de um criminoso que tinha furtado seus pertences, entre eles um celular, roupas e notebook. Na tentativa de recuperar os pertences, foi até o bairro conhecido como Lagoa e localizou o homem de tinha furtado os objetos.

Segundo a PC, houve uma briga e Rafael acabou atingido por dois tiros. A Polícia Militar informou que o serviço de inteligência, em apoio à Polícia Civil, conseguiu localizar e prender o suspeito do crime. Mayke Gonçalves Aragão, 22 anos, havia saído recentemente do Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim. Ele tem diversas passagens pela polícia por crimes como furto, violação de domicílio e ameaça. 

arma do crime também foi localizada com uma munição intacta e duas deflagradas.

Advertisement
Continua depois da publicidade

 

 

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: (28) 3521-7726, [email protected].