Alegre

Novo prédio do Ifes de Alegre vai garantir mais aprendizado e melhor atendimento nas empresas juniores

COMPARTILHE
717

Os alunos do Ifes do município de Alegre passaram a contar desde sexta-feira (29) com o novo prédio que vai sediar as empresas juniores do Instituto, o primeiro entre os 22 campi do estado a oferecer um espaço exclusivo para os estudantes, além de um novo refeitório. As obras foram garantidas com recursos no valor de R$ 1,5 milhão, por meio de emendas do deputado federal Evair de Melo (PP-ES) ao Orçamento da União.

Alunas do Prodes irão apresentar projeto em Congresso Capixaba de Direito Civil

As alunas do curso de Direito custeadas pelo Programa de Desenvolvimento do Ensino Superior e...

Muro de contenção da maré em novo estágio na Ponta dos Castelhanos

As obras de construção do muro de contenção da maré na Ponta dos Castelhanos,...

Após prisões e denúncias de desvio de dinheiro público, Santa Casa de Guaçuí tem novo diretor

Após a prisão de médicos, provedores, ex-provedores e empresários por esquema de fraudes e...

A estrutura vai melhorar o contato com a comunidade e, consequentemente, vai proporcionar mais oportunidades para os estudantes expandirem seus conhecimentos. Ex-aluno da antiga Escola Agrotécnica Federal de Alegre (EAFA), atual Ifes de Alegre, Evair considera a entrega do prédio um momento histórico para a instituição e seus alunos. “Conhecimento compartilhado é a garantia de alegria no resultado do trabalho e os nossos estudantes do Ifes de Alegre merecem esse espaço, que vai lhes ajudar a explorar seus talentos e a melhorar cada vez mais o atendimento à nossa gente”.

A diretora-geral do Ifes de Alegre, Maria Valdete Tannure, afirma que o novo prédio vai preencher uma necessidade dos estudantes, que era a falta de uma estrutura exclusiva para o trabalho das empresas juniores. Com exceção da Caparaó Júnior, as empresas atuavam nas coordenações de curso ou em outros espaços disponíveis. “Eles terão um ambiente mais adequado, com salas adaptadas e acesso específico, para realizarem suas pesquisas e atender melhor os produtores e toda a comunidade externa”, frisou a diretora.

Continua depois da publicidade

 

Empresas Juniores

A Caparaó Jr é a empresa júnior mais consolidada do Ifes de Alegre. Criada em 2010 junto com o surgimento do Curso Superior de Tecnologia em Cafeicultura, oferece atendimento personalizado, coleta e análise de solo e café, entre outros serviços para aproximadamente 1.700 famílias entre o Espírito Santo, Minas Gerais e noroeste do Rio de Janeiro.

O diretor-presidente da Caparaó, Lucas Fonseca, acredita que o novo prédio vai ajudá-los a crescer a produtividade, além de desenvolver ainda mais o potencial dos estudantes. “Nosso volume de serviço é muito grande e nosso espaço físico hoje é limitado, tanto de escritório quanto de laboratório. Essa nova estrutura vai ajudar muita a gente nos organizar e nos possibilitar aumentar nosso trabalho”.

A ADS Jr, empresa dos alunos do curso superior de Análise de Desenvolvimento de Sistemas, em conjunto com o curso Técnico de Informática, oferece cursos gratuitos, como de Pacote Office, Excel, Word e cursos básicos para idosos, e cursos pagos e avançados para empresas, como Coreldraw, Design Gráfico, Animação 3D, entre outros. A expectativa do diretor-presidente da empresa, Aurione Oliveira, é de que o prédio novo vai permitir um atendimento melhor à comunidade externa.

“Antes os atendimentos todos eram feitos dentro da instituição, a empresa não tinha distinção entre salas de aulas, laboratórios e o que era de fato da empresa. Agora com o prédio novo temos um local específico para atendimento, separado das instalações da escola. Um ambiente confortável, seguro e destinado a esse propósito”, completa Aurione.

O diretor-presidente da Aqua Jr, Caio Henrique Ferreira, também compartilha a expectativa das outras empresas juniores do Ifes de Alegre. Inspirada na Caparaó Júnior, a empresa do Curso de Engenharia de Aquicultura atua na assistência técnica, desenvolvimento de projetos e tecnologias, atendimento personalizado e até produção de tilápias.

Caio afirma que a região era carente dessa prestação de serviço e a Aqua Jr aproveitou a oportunidade para preencher esse espaço. “Muitos produtores que ligam para nós dizem que estão em situação desesperadora e que precisam de auxílio em soluções até simples. Por isso, o novo prédio vai ajudar muito os alunos, pois uma coisa é você aplicar os conhecimentos no mercado, outra coisa é fazer isso dentro da instituição e nós precisávamos de um espaço que unifique conhecimento e atendimento de qualidade”.

O deputado Evair destaca a importância dos investimentos estruturantes para os estudantes e toda a comunidade beneficiada pelo trabalho das empresas juniores. “É o imposto que você paga retornando em Educação, criando oportunidades para os nossos jovens ampliarem e compartilharem seus conhecimentos”.

Publicidade