Segurança

Disque-Denúncia ganha site e permite denúncia com imagens e vídeos no ES

COMPARTILHE
Divulgação Sesp
276

O Disque-Denúncia 181 conta agora com o site www.disquedenuncia181.es.gov.br, onde é possível relatar diversos tipos de crimes. O lançamento oficial da plataforma aconteceu nesta quinta-feira (5), na sede da Secretaria de Estado da Segurança Pública, em Vitória.

Cachoeiro lidera ranking de assassinatos na região Sul em 2018

De acordo com dados da transparência da Secretaria de Estado da Segurança Pública e...

PM apreende pedra de crack que renderia 5 mil unidades fracionadas em Alegre

A Polícia Militar fez a apreensão de uma barra de um quilo de crack...

Casal de irmãos morre afogado na Praia da Colônia, em Marataízes

Um casal de irmãos morreu afogado na tarde desta terça-feira (22) na Praia da...

Estiveram presentes no lançamento do site o secretário de Estado da Segurança Pública, Nylton Rodrigues, o diretor-presidente do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Espírito Santo (Prodest), Paulo Henrique Rabelo Coutinho, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Marcelo D’Isep Costa, o diretor de Inteligência da Polícia Militar, coronel Douglas Caus, e o delegado geral adjunto da Polícia Civil, Heli Schimittel.

O serviço, na plataforma on-line, tem seções especiais para denunciar tráfico de drogas; homicídios; violência contra criança/mulher/idoso; foragidos; porte ou comércio de arma de fogo/munições; roubo/furto; corrupção; demais crimes.

Continua depois da publicidade

O secretário Nylton Rodrigues destacou a importância da expansão do serviço. “Vai garantir o sigilo, conforme ocorre com o telefone 181. A população pode ficar tranquila ao utilizar o produto. Nós estamos abrindo mais uma porta confiável para a população. E é a população que é os olhos de suas polícias. E nem a polícia consegue identificar o autor da denúncia. Garantimos isso”, ressaltou o secretário, que informou que o site agora recebe vídeos e imagens de crimes e/ou de criminosos.

A partir da parceria com o Prodest, o projeto contempla que o cidadão tenha segurança para fazer suas denúncias. Todas as informações transitadas são criptografadas, com certificação digital. O site foi construído por meio da plataforma Orchard, permitindo a criação de um layout que facilita o acesso às informações em dispositivos móveis (smartphones, tablets, entre outros).

“É muito importante para a autarquia participar de ações que aproximem a administração pública do cidadão. Sem dúvida, oferecer um novo serviço digital para os capixabas é uma forma de mostrar que a tecnologia da informação contribui para a melhoria dos serviços públicos”, acrescentou o presidente do Prodest, Paulo Henrique Rabelo Coutinho.

O delegado responsável pelo Disque-Denúncia 181, Paulo Expedicto Amaral, frisou que o site vem a oferecer maior efetividade aos serviços da polícia. “O site vem em linguajar simples. E isso facilita na sua confecção de denúncia”, disse.

O Disque-Denúncia 181 recebeu, somente até junho deste ano, 18.874 denúncias. Elas ajudaram na prisão de 326 criminosos e serviram para a apreensão de 93 veículos. Setenta foragidos ainda foram encontrados a partir do serviço. E o secretário espera por mais participação da população nas denúncias.

“O Disque-Denúncia é muito importante. Ajuda na identificação do autor do crime. Se a informação vier anexada com qualquer tipo de áudio e imagem, vai facilitar os trabalhos das investigações. E vamos chegar mais fácil aos autores dos crimes”, acrescentou Nylton.

Os primeiros acessos, nas 12 horas iniciais do serviço, foram dominados por celulares. Segundo o Disque-Denúncia 181, 83% dos usuários acessaram a página por meio de celulares.

Redução de crimes

O secretário Nylton Rodrigues também anunciou a redução dos índices de crimes contra o patrimônio na Grande Vitória. Os dados comparados são referentes aos primeiros semestres de 2017 e de 2018.

O roubo a pessoa em via pública teve queda de 36%, enquanto aos táxis reduziram 28%. Já os ataques a transporte coletivo decresceram 35%, enquanto os crimes estabelecimentos comerciais caíram 47%. Roubos de veículos reduziram 35%.

Nylton Rodrigues credita ao trabalho integrado das instituições a queda da criminalidade. “É a Polícia Militar fazendo seu trabalho ostensivo, a Polícia Civil fazendo as suas investigações, bem como as conduções realizadas pelo Tribunal de Justiça e o Ministério Público. As prefeituras também colaboram, mantendo o ambiente organizado.

Publicidade