Cidades

Cachoeiro ganha sua primeira faixa exclusiva para ônibus

COMPARTILHE
Divulgação PMCI
1639
Advertisement
Advertisement

Cachoeiro já conta há alguns anos com as faixas ou corredores prioritários para ônibus. Agora, ganha seu primeiro corredor exclusivo. A novidade é válida desde a manhã desta quarta-feira (4), após pintura na rua Bernardo Horta, uma das mais movimentadas da cidade.

Advertisement
Continua depois da publicidade

A mudança, na verdade, foi uma adaptação, já que o trecho tinha a área prioritária. De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Semdurb), a medida tem base em proposta prevista no Plano Municipal de Mobilidade e é adotada em grandes cidades do Brasil e de outros países.

Visualmente, o novo corredor tem o acréscimo de uma estreita faixa azul, que caracteriza a restrição, e, nas proximidades da rua adjacente, a Mário Pires, a marca branca quadriculada, inédita no trânsito da cidade. Essas marcas indicam área de cruzamento por cima de faixa exclusiva.

“Estamos aguardando a realização dos testes no trânsito previstos para as proximidades da (igreja Nossa Senhora da) Consolação para anunciar mais novidades para essa região, muito importante para a economia do município e de grande movimento. A intenção é melhorar cada vez mais a eficiência e a qualidade do transporte público”, destaca Jonei Petri, secretário municipal de Desenvolvimento Urbano.

Continua depois da publicidade

A priorização do Transporte Público é uma exigência da Lei Federal de Mobilidade Urbana. A previsão da prefeitura é de que este segundo semestre tenha instalação de outras faixas para ônibus, prioritárias.

A partir da implantação do corredor exclusivo, comete infração grave qualquer veículo em movimento fora da área quadriculada ou mesmo parado. O motorista perde cinco pontos na CNH, e a multa é de R$ 127,69.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].