Política Regional

Câmara aprova lei que estimula doação de sangue em Cachoeiro

COMPARTILHE
537

A Câmara de Cachoeiro de Itapemirim aprovou na sessão ordinária de terça-feira (12), o projeto de lei 12/2018, de autoria do vereador Sílvio Coelho (PRP), que institui no calendário da cidade o “Junho Vermelho”, que tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da doação de sangue.

Câmara de Cachoeiro analisa projetos de demissão e aposentadoria voluntária

A Câmara de Cachoeiro de Itapemirim deve votar na próxima sessão ordinária dois projetos...

Quatro disputam a presidência da Câmara de Cachoeiro

Quatro vereadores estão, a princípio, na disputa pela presidência da Câmara de Cachoeiro de...

Zé Carlinhos desiste de candidatura e volta para o governo

Na coligação do ex-governador Renato Casagrande (PSB), o diplomata José Carlos da Fonseca Jr....

De acordo com o autor da proposta, os estoques de sangue de Cachoeiro baixaram de forma preocupante nos últimos meses. “A ideia é que no mês de junho o poder público e a sociedade organizada realizem eventos que valorizem a doação, para repor os estoques e mostrar que este espírito solidário deve ser mantido durante todo o ano”, afirmou o vereador.

Ainda segundo Sílvio Coelho, o movimento “Junho Vermelho” já ocorre em algumas cidades, como São Paulo. A escolha do mês deve-se ao fato de 14 de junho ser o Dia Mundial do Doador. Além disso, no inverno a doação de sangue cai em média 30%, mas a demanda continua a mesma.

Continua depois da publicidade

Estoque baixo

Nesta quinta-feira (14), o Banco de Sangue do Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (HECI) vai promover um lanche típico das festas juninas para os doadores que comparecerem.

O Banco de Sangue do HECI vem registrando queda no número de doadores/dia e esta data junta o útil ao agradável. “É uma forma de celebrar os doadores que estão sempre aqui conosco e atrair pessoas novas a doarem”, explica a Assistente Social e responsável pela Captação de Doadores Tatiana Alemonge.

Cada doação consegue ajudar até quatro pessoas tendo em vista que os componentes do sangue são fracionados e dispensados de acordo com a necessidade de cada paciente. “Por isso é muito importante fazer doações frequentes durante todo o ano para nunca faltar”.

O Banco de Sangue do Evangélico atende 16 municípios do Sul do Estado. Mulheres podem fazer doações a cada 90 dias enquanto os homens, a cada 60.  O Banco de Sangue do HECI funciona de segunda à sexta das 7h às 16h e aos sábados das 7h às 11h.

Publicidade