Segurança

Falso corretor de imóveis é preso em Marechal Floriano

COMPARTILHE
Divulgação
797

Um homem de 58 anos suspeito de aplicar golpes relacionados à compra e venda de imóveis foi detido na noite dessa segunda-feira (14) pela equipe da Delegacia Especializada de Defraudações e Falsificações (Defa).  N.P.S. teve seu mandado de prisão preventiva cumprido no município de Marechal Floriano.

Motorista fica preso às ferragens após colidir com caminhão na BR-482

  Uma colisão entre um automóvel e um caminhão deixou um homem preso às ferragens...

Penas de acusados de matar professora em Cachoeiro somam 57 anos

Dois dos quatros suspeitos de assassinar a professora aposentada Anna Gava, 77 anos, do...

Construção em área de preservação permanente é flagrada em Divino de São Lourenço

A Polícia Ambiental flagrou na última quinta-feira (16) uma construção residencial em fase inicial...

Segundo informações da titular da Defa, delegada Rhaiana Bremenkamp, o suspeito possuía J.C.S. como comparsa na aplicação dos golpes. “Eles se passavam por corretores imobiliários e proprietários de terrenos nas regiões de Marechal Floriano, Domingos Martins e Alfredo Chaves. Dessa forma, eles vendiam propriedades para moradores da região, que quando iam tomar posse, descobriam que os imóveis já possuíam donos. Nós fomos procurados por sete pessoas que foram lesadas por eles”, informou.

De acordo com a delegada, as vítimas realizavam pagamento em dinheiro e até com veículos. “Depois dos golpes, elas procuravam os suspeitos e não recebiam retorno. As que insistiam bastante ouviam que teriam o dinheiro devolvido. Quando iam até o banco, as vítimas descobriam que o cheque havia sido cancelado por motivo de furto e roubo”, afirmou.

Continua depois da publicidade

N.P.S. foi autuado por estelionato e encaminhado para o Centro de Triagem de Viana (CTV). J.C.S. ainda está foragido. “Quem tiver informações sobre o paradeiro dele, que entre em contato com o Disque Denúncia -181. O sigilo e o anonimato são garantidos”, pediu a delegada.

Publicidade