Rio Novo do Sul

Cachoeiro e Atílio Vivácqua prestam ajuda a Rio Novo do Sul

COMPARTILHE
1809

/ com informações de Ana Glaucia Chuina

Governador anuncia investimento de mais de R$ 4 milhões em obras em Rio Novo do Sul

O Governo do Estado anunciou, na manhã deste sábado (23), as obras de reconstrução...

Missa em língua italiana neste domingo em Rio Novo do Sul

A comunidade de Mundo Novo, no interior de Rio Novo do Sul, irá realizar...

Governo do ES entrega duas toneladas de alimentos a moradores de Rio Novo do Sul

As mais de duas toneladas de alimentos arrecadados no Pedalaço em prol do novo...

 

Os prejuízos causados pela maior enchente da história de Rio Novo do Sul, ontem (17), começam a ser contabilizados. Comércio, casas e escolas foram tomadas e destruídas por água e lama.  A cidade já recebe ajuda de municípios vizinhos e do governo do Espírito Santo. Os prefeitos de Cachoeiro de Itapemirim e Atílio Vivácqua estiveram na cidade para conversar com o prefeito Thiago Fiório

Continua depois da publicidade

Ainda ontem o prefeito de Atílio Vivácqua Josemar Machado Fernandes esteve em Rio Novo do Sul. Foi levado ao município um caminhão baú para atender o prefeito Thiago Fiório e toda a sua equipe na captação de água e alimentos e também com um caminhão pipa para ajudar na limpeza das áreas atingidas pela chuva.

Cachoeiro de Itapemirim também se fez solidário na presença do prefeito Victor Coelho que mobilizou a cooperativa Selita um caminhão pipa com água potável e também disponibilizou a equipe de serviços urbanos e seus maquinários foram deslocados para Rio Novo. “Este é um momento para unirmos forças para ajudar o prefeito Thiago e a população”, destaca.

O prefeito de Rio Novo do Sul Thiago Fiório disse que a ajuda dos municípios vizinhos é essencial, principalmente no que se diz respeito a carros pipas. “Nós temos apenas um carro pipa no município e ele não daria conta de resolver tudo. Eu já recebi a notícia que teremos pelo menos uma equipe de Atílio e uma de Cachoeiro ajudando”, afirma.

Uma equipe de Rio Novo do Sul foi enviada à central da Defesa Civil, em Vila Velha, buscar cinco mil litros de água engarrafada que serão de imediato distribuídos para a população. “Essa soma de forças é muito importante. Sou eternamente grato à sensibilidade e humanidade dos prefeitos Victor Coelho, de Cachoeiro, e Josemar, de Atílio, que deixaram as suas cidades e estão aqui em Rio Novo que se colocaram em meu lugar e estão disponibilizando tudo que podem, sem deixar de atender os próprios municípios”, finaliza.

A Cesan encaminhou para Rio Novo do Sul quatro carros-pipa que chegam no município ainda na manhã deste domingo (18). Esse reforço está sendo feito para abastecer os moradores com água potável.

Devido às fortes chuvas, a cidade Rio Novo do Sul ficou alagada e foi necessário paralisar o abastecimento por causa das condições da água do rio e ao rompimento de uma adutora. As equipes da Companhia estão empenhadas em resolver o fornecimento o mais rápido possível mas, devido ao local onde a adutora rompeu, que é de difícil acesso, ainda não há previsão de conclusão do serviço.

 

Doações

O prefeito de Rio Novo do Sul Thiago Fiório disse que este é o momento mais crítico da história de Rio Novo do Sul. Cerca de 600 pessoas estão desalojadas e 35 desabrigadas. A escola Vital Lucas está acolhendo a população que teve prejuízos com a chuva.

O município precisa de doação de roupas de cama, pessoais, higiene, água potável e mantimentos. Uma grande corrente de comoção, nas redes sociais, pede que populações vizinhas ajudem a cidade. As doações podem ser entregues no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Rio Novo do Sul.

Publicidade