Esporte Nacional

Santos testa iluminação do Pacaembu antes de jogo pela Libertadores

COMPARTILHE
64

GABRIEL CARNEIRO

Cruzeiro vai à Conmebol e protocola pedido de anulação da suspensão de Dedé

O Cruzeiro anunciou nesta quinta-feira que protocolou junto à Conmebol o pedido da anulação...

Inquérito policial conclui fraude e eleição no Vasco pode ser anulada

Dez meses após o pleito, a eleição para presidente do Vasco pode ser anulada....

CBF cobra Conmebol por 'erro grave' em expulsão de Dedé e pede investigação

A CBF encaminhou ofício à Conmebol no fim da tarde desta quinta-feira, apontando seu...

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Passados 11 dias da partida entre Santos e Corinthians que ficou paralisada por 45 minutos em razão de uma queda de energia no estádio do Pacaembu, os santistas voltam ao local nesta quinta-feira (15) tomando precauções.

Pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, o time santista recebe o Nacional (URU) às 19h15 e planeja não ter novos problemas com iluminação. Por isso, o Pacaembu ficará aceso em duas sessões de testes nos dois dias anteriores à partida.

Continua depois da publicidade

De acordo com a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer da Prefeitura de São Paulo, que administra o estádio do Pacaembu, engenheiros responsáveis pela resolução dos casos de oscilação de energia do órgão e da Eletropaulo, além de profissionais de uma empresa de geradores, atuarão no local em avaliações à noite nesta terça (13) e quarta-feira (14). A carga total de iluminação do Pacaembu será testada, como se fosse noite de jogo, e o sistema será verificado integralmente.

O estádio já conta com novos geradores fixos, locados de empresas de confiança da administração, e também haverá a instalação de novos circuitos por parte da Eletropaulo.

Em 2018 foram realizados oito partidas no Pacaembu, e cinco tiveram registros de problemas com iluminação, sendo que em três houve paralisação do jogo em questão. Após o mais grave dos problemas foram apresentadas no plano de ação medidas de curto, médio e longo prazo contra oscilações da rede elétrica.

Publicidade