Política Nacional

Bolsonaro é um Dorflex, vai ganhar a eleição, diz Nizan Guanaes

COMPARTILHE
39

THAIS BILENKY

Apoiadores de Bolsonaro fazem carreata na porta da TV Aparecida

Apoiadores da campanha do candidato do PSL ao Planalto, Jair Bolsonaro, fazem uma carreata...

Frase 'Haddad é Lula' confunde o eleitor e 'produz desinformação', acusa MPE

Em parecer encaminhado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o vice-procurador-geral eleitoral, Humberto Jacques, acusou...

Em carta divulgada nas redes sociais, FHC defende união contra extremos

Em carta divulgada nas redes sociais, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu uma união...

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O publicitário Nizan Guanaes, um dos mais badalados do país, aposta que o deputado Jair Bolsonaro (PSL) vai ganhar a eleição presidencial deste ano.

Após participar de debate dos jornais Financial Times e Valor Econômico, em São Paulo, nesta terça-feira (13), ele disse à reportagem que discorda das ideias do presidenciável, mas enxerga o seu potencial nas urnas.

Continua depois da publicidade

“Eu não sou Bolsonaro. Eu acho que vai ganhar. Do jeito que as coisas estão caminhando, ele é um fortíssimo candidato. Porque ele tem uma conexão, está trazendo, ao meu ver, respostas operísticas para demandas da população”, disse.

Para ele, enquanto candidatos mais moderados se digladiam por apoio de partidos em busca de maior tempo de televisão, Bolsonaro corre por fora.

“É uma campanha que anda morna e você tem uma população que está irritada, que está enlouquecida com o crime, aí tem a desilusão. Bolsonaro é o Dorflex, é uma solução para a sua dor”, definiu o publicitário.

Nizan disse que tempo de TV “é uma conversa antiga”. “Ele tem tempo digital. Ele tem 34% no Acre. De onde veio esse cara no Acre?”, questionou.

O publicitário reforçou que fala tecnicamente, como especialista do ramo da comunicação. “Não é uma conversa política, senão amanhã vou sair tomando porrada.”

Nizan ainda negou que pense em se candidatar a deputado federal. “Isso é um fake news [notícia falsa]”, respondeu.

Publicidade