Cidades

Rio Norte sobe quase oito metros e deixa desabrigados em Ibitirama

COMPARTILHE
4447

O Rio Norte que corta a sede do município de Ibitirama chegou à marca de 7,72 metros em seu nível, na madrugada desta terça-feira (6), causando alagamentos nas ruas próximas ao leito do rio. Sete famílias ficaram desabrigadas, pois tiveram suas casas atingidas pelas águas.

Ronda de Apoio à Família, da Guarda Municipal de Cachoeiro, completa dois anos

A Ronda de Apoio à Família (Rafa), implementada pela prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim,...

Oito vagas de emprego disponíveis no Sine de Cachoeiro nesta terça (21)

A agência do Sine de Cachoeiro está com oito vagas de emprego em aberto...

Guaçuí é o município mais transparente da região do Caparaó

O Índice de Transparência Passiva (ITP-e) das prefeituras e câmaras municipais capixabas melhorou em...

Segundo o coordenador da Defesa Civil Municipal, Javan de Oliveira, o nível normal do Rio Norte é de 45 centímetros. “Algumas ruas ficaram alagadas. Campo de futebol e outros espaços foram atingidos pela água. Cinco das sete famílias desabrigadas tiveram perdas grandes de móveis em suas residências. A Defesa Civil está em alerta, em constante monitoramento. Vem muita chuva por aí ainda”, explicou Javan.

Ainda segundo o coordenador, as estradas na saída de Ibiritima em direção às localidades de Santa Marta e São José foram atingidas pelas águas do rio. Houve queda de barreira na estrada para Santa Marta, deixando o trânsito parcialmente interditado. As máquinas da Prefeitura estão no local, desde as primeiras horas do dia, trabalhando na liberação da via.

Continua depois da publicidade

Iúna

No município vizinho, em Iúna, a Defesa Civil informou que o Rio Pardo, que corta a cidade, também está acima do nível, mas não há registros de alagamentos. Houve quedas de árvores em algumas ruas, mas a situação está sobre controle. “A situação está controlada, mas existe área de risco e estamos atentos”, contou Ricardo Muzi, coordenador da Defesa Civil de Iúna.

Publicidade