Cidades

Enchente causa transtornos e alaga casas em Jerônimo Monteiro

COMPARTILHE
5117

A cidade de Jerônimo Monteiro foi atingida por uma forte chuva durante a tarde desta quinta-feira (8). Em poucos minutos, a chuva que começou por volta das 15 horas e durou cerca de uma hora, alagou ruas e avenidas da sede do município. Carros ficaram ilhados no meio da rua com água na altura das rodas.

Estudantes da rede municipal de Cachoeiro aprenderão Língua Brasileira de Sinais

Nesta quarta-feira (18), a Secretaria Municipal de Educação (Seme) de Cachoeiro iniciará o projeto-piloto...

Setembro Amarelo: saúde mental é tema de palestra em Bom Jesus do Norte

Os transtornos mentais têm sido a causa da perda de muitas vidas em todo...

Transforma Cachoeiro: prefeitura inicia serviços no Village da Luz

A prefeitura de Cachoeiro realiza, a partir desta segunda-feira (16), intervenções no bairro Village...

A avenida Dr. José Faráh, no Centro da cidade, ficou completamente inundada. Moradores tiveram suas casas e quintais atingidas pela água da chuva. Também há registros de inundação em locais públicos como o Posto de Saúde da Família (PSF), no centro de Jerônimo Monteiro. Em alguns pontos, barracos cederam, comprometendo encanamentos do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE).

No interior do município há chuva encheu córregos e rios, causando transbordamentos, na localidade de Fazenda Velha.

Continua depois da publicidade

No bairro Paraná também foram registrados transtornos. Na rua Benedito Rodrigues da Silva, a força da água removeu parte do calçamento de paralelepípedo da via. Algumas ruas estão intransitáveis. Ainda não há registro de desalojados.

Verônica Ferreira, moradora do Centro da cidade, disse que a causa da enchente é a falta de manutenção na rede de esgoto. “O SAAE daqui está em obras, os bueiros estão entupidos todos cheios de terra. A galeria que passa aqui nos fundos do quintal da minha casa está quebrada. Tem um ano que peço ao atual prefeito para tomar providências e nada, é um esgoto a céu aberto. A cidade está um caos!”, relatou a moradora

Publicidade