Espírito Santo

Pescadores prometem fechar ponte de Marataízes em protesto contra “lei antipesca”

COMPARTILHE
62

Pescadores estão programando uma manifestação na tarde desta sexta-feira (21) na Praça da Barra, em Marataízes. O objetivo é sensibilizar o Ministério do Meio ambiente, que decretou, por meio da PEC 445, a proibição da pesca e captura de 475 espécies de peixes. Está previsto o fechamento da ponte da Barra.

Moradora da região Serrana vai receber indenização de R$ 5,5 mil de empresa de turismo

O juiz da 1° Vara de Domingos Martins condenou uma empresa especializada em serviços...

Qualidade da Educação é assunto de encontro no ES

Alfabetização, Base Nacional Comum Curricular (BNCC), novo modelo de Ensino Médio, carreira e formação...

Bolsa Atleta Capixaba é ampliado e oferecerá 128 vagas. Saiba como participar

Nesta quarta-feira (19), o Governo do Estado lançou o edital de seleção do Programa...

Pelo decreto, 98% das espécies comerciais estão incluídas, incluindo peixes de água doce. Em  Marataízes, 2 mil pescadores vivem exclusivamente da pesca e estão preocupados com essa proibição.

“A pesca é nosso único meio de vida, e toda a cadeia produtiva da pesca, incluindo empresários, vai ser afetada nacionalmente”, comenta Mauro Gomes, representante dos pescadores de Marataízes, destacando que já houve protestos contra a lei em outros locais do país.

Continua depois da publicidade

Publicidade