Espírito Santo

10 mil oportunidades em renda, cultura e capacitação para jovens do Espírito Santo

COMPARTILHE
104
Advertisement
Advertisement

Promoção do esporte, cultura, qualificação profissional e incremento de renda para os jovens dos 25 bairros atendidos pelo Programa Ocupação Social. Esses são os planos para 2017, cujas ações foram anunciadas, na quarta-feira (21), durante solenidade realizada no Palácio Anchieta, em Vitória. O projeto prevê 10 mil oportunidades aos adolescentes e jovens dessas comunidades.

Continua depois da publicidade

O governador Paulo Hartung ressaltou a importância estratégica do Ocupação Social, de realizar parcerias com a iniciativa privada, em especial o Sistema “S” que auxilia na abertura de cursos. “Em tempos normais já seriam importantes essas parcerias, mas neste período de crise socioeconômica que o país vivência é fundamental a presença de parceiros importantes. Esse projeto é importante para desenvolver ações sociais que vão além das ações de polícia. É um programa que permite o Estado dialogar com os demais poderes constituídos e a sociedade. Esse programa é construção da vida e cultura de paz”, destacou Paulo Hartung.

Segundo o secretário de Estado de Direitos Humanos Julio Pompeu, a ações apresentadas foram sugeridas pelos jovens. “Ouvimos os jovens e agora estamos apresentando as ações que eles mesmos disseram, em pesquisa, que queriam ver em seus bairros. As atividades vão acontecer durante todo o ano de 2017, e esperamos que os jovens consigam alavancar carreiras e realizar sonhos”.

Continua depois da publicidade

Novidades

Dentre as novas parcerias para o programa Ocupação Social, em destaque está o lançamento do Nosso Crédido #maiscomunidade. O termo de cooperação técnica firmado entre a Secretaria de Estado de Direitos Humanos (SEDH) e o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) garante a oferta de microcrédito aos moradores dos 25 bairros atendidos pelo programa. A previsão é de que sejam investidos R$ 8 milhões para financiamento voltado, especialmente, para os jovens.

Outra parceria firmada, nesta quarta, foi com a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), a Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e o British Council, que oferecerá, numa ação inédita no Estado, duas turmas de um curso de economia criativa para os bairros do Ocupação. O objetivo é acelerar negócios culturais e criativos em regiões vulneráveis do Estado.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Na cultura, o movimento também não para. Além da garantia de investimento de R$ 1 milhão em projetos de formação cultural e artística que foram aprovados pelo edital da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), este ano, e que serão desenvolvidos ao longo de 2017, mais uma parceria foi assinada, durante a solenidade. A Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames) e a Fapes vão levar aulas de música a 15 bairros do Ocupação Social, com previsão de atender mais dois mil adolescentes e jovens das comunidades.

Mais oportunidades

E as boas notícias se estendem a outras áreas, com a continuidade de ações bem sucedidas, iniciadas em 2016, e que serão mantidas no próximo ano. Serão mais 3 mil vagas para cursos de capacitação, sendo 2 mil em parceria com a Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), e mais 1 mil oportunidades com os cursos de qualificação profissional do Sesi-ES e do Senai-ES.

Com o Sebrae-ES, serão lançadas 820 vagas em cursos de empreendedorismo, sendo 720 delas no Programa Comunidade Empreendedora, que leva os cursos Crescendo e Empreendendo e o Virada da Comunidade aos bairros do Ocupação Social, cada um ofertando 360 vagas.

Para 2017, ainda serão abertas mais 100 vagas do Sebrae para o curso Cultilider, que orientam os participantes a adotar atitudes de um líder empreendedor, transformador, ético, criativo e inovador. O Sebrae-ES ainda vai manter as ações do Negócio a Negócio, visitando microempreendimentos e oferecendo orientação gratuita por meio de agentes especializados.

Crescimento

No esporte, o projeto Campeões do Futuro vai aumentar o número de bairros atendidos, de quatro para 21 comunidades, chegando a 3 mil jovens beneficiados, moradores de bairros atendidos pelo Ocupação Social.

Quem também amplia as ações é o Projeto Jovem Ser, desenvolvido pela EBRACoaching e o Movimento Espírito Santo em Ação, chegando a mais dois bairros com atendimento voluntário de coaches, que orientam os jovens a descobrir e investir emocionalmente em seus talentos.

Também há ações previstas pela Polícia Civil, com o Papo de Responsa, levando as atividades para 20 escolas da rede pública, localizadas em áreas vulneráveis e atendidas pelo programa.

Objetivos

O Ocupação Social é uma política prioritária do Governo do Estado que articula uma ampla agenda e diálogo com a sociedade, setor privado e poderes públicos para atuação em áreas de alta vulnerabilidade social.

Coordenado pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos (SEDH), o seu principal objetivo é promover uma rede de oportunidades de educação, empreendedorismo e renda, cultura e esporte para jovens com maior exposição à violência. Trata-se de um programa de oportunidades, por meio de ações que garantam a promoção e a defesa de direitos humanos.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].