#siga AQUI

Arte e Espetáculo

FUNCULTURA: suspense e aventura na Webcomic “Contos Estranhos”

COMPARTILHE
36
Advertisement
Advertisement

Para os aficionados em histórias em quadrinhos e que tem como gêneros prediletos, o suspense, terror, ficção científica e fantasia, a novidade é a publicação bissemanal de “Contos Estranhos”.Trata-se de fábulas curtas em formato Webcomic  (também denominada como HQ web ou HQ Online) publicadas na internet, em duas páginas por semana e com narrativas para todas as idades.

Espetáculo teatral em Cachoeiro retrata relação de um casal fora das mídias sociais

Um domingo de sol, dia de praia, um drink, boa música e um casal...

Iúna realiza o 3º Festival de Esquete Teatral

Iúna realiza até esta sexta-feira (20), o 3º Festival de Esquete Teatral Troféu Darcy...

Começa hoje a Festa de Cachoeiro; Confira a programação

O cantor Michel Teló é uma das atrações da programação da Festa de Cachoeiro...

Para quem quiser conferir, a  revista já está disponível aos leitores por meio de sitehttp://contosestranhos.com.br/. O projeto foi contemplado pelo edital de Incentivo à Leitura da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) de 2015.

Advertisement
Continua depois da publicidade

A Ideia da HQ web surgiu de seu roteirista, o programador visual Sílvio Alencar, um fã de ficção científica e de terror, que escreveu os argumentos para que os seus parceiros, os desenhistas Henrique Gonçalves, Daieny Schuttz e Manoel Moraes, criassem cores, linhas e formas para “Contos Estranhos”. “Quando criança assistia ao seriado “Além da Imaginação” e ficava muito impressionado. Na adolescência conheci os autores que até hoje tenho como influência na minha escrita, como Stephen King, Phillip K. Dick, Isaac Asimov, Arthur C. Clark, Edgar Alan Poe, Lovecraft”.

Esses dois últimos autores inclusive surgem na história para solucionar um estranho assassinato em uma das primeiras histórias do projeto, o Clube do Ócio Criativo. “Eles, na verdade, têm a ajuda de outros autores. Acho que a diversão dos leitores será identificá-los ao longo da história”, revelou Sílvio.

Sílvio, que publicou a revista Contos da Ilha de Santônio desenvolvida em 2013 pelo Edital da Secult de Quadrinhos, destaca como o projeto pode contribuir para o ensino e aprendizagem como recurso didático-pedagógico. “Penso que as histórias visam valorizar o artista capixaba e despertar o gosto pela leitura em todas as idades, por isso acho que é importante o uso das histórias em quadrinhos como estimulo”, explicou Sílvio.

Site: Contos Estranhos: http://contosestranhos.com.br/

Advertisement

Advertisement
Publicidade