Segurança

Onda de violência: homem é executado a tiros no bairro Zumbi em Cachoeiro

COMPARTILHE
5651

Fabiano Soares da Silva, 29 anos, foi executado a tiros na noite desta segunda-feira (11), no bairro Zumbi, em Cachoeiro de Itapemirim.

Policiais civis prendem idoso que abusou das quatro filhas

Um idoso de 63 anos foi preso, em Cariacica, pela equipe da Delegacia de...

Operação Lava Jato mira alvos em Marataízes e Itapemirim

A Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão nesta quinta-feira (21) nos municípios...

Polícia incinera 23 kg de drogas em Bom Jesus do Norte

A Polícia Civil de Bom Jesus do Norte incinerou 23 quilos e 250 gramas...

De acordo com a Polícia Militar, por volta das 21h, na rua Ecoporanga, homens em um veículo de cor prata efetuaram diversos disparos contra várias pessoas que estavam próximo a um beco. Fabiano correu, tentou entrar em uma residência, mas acabou baleado. Ele chegou a ser socorrido para a Santa Casa de Misericórdia do município, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O corpo da vítima foi removido pela perícia técnica da Polícia Civil para o Serviço Médico Legal (SML).

Continua depois da publicidade

O caso é investigado pela Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Cachoeiro.

Onda de violência

Já há algum tempo moradores do bairro Zumbi tem convivido com a onda de violência. Nas redes sociais, os bandidos não se intimidam ostentam armas e ameaçam atirar contra policiais do Batalhão de Missões Especiais (BME) e da Força Tática.

Na última quarta-feira (6), logo depois das 8h30, policiais militares foram até o bairro após denúncias de disparos de arma de fogo no meio da rua. No local os policiais se depararam com um homem armado com uma pistola, que, antes de sair correndo, atirou duas vezes contra eles. Por sorte, não houve feridos.

No dia seguinte, o bairro voltou a ser cenário de violência. Um homem, de 24 anos, foi baleado. De acordo com a Polícia Militar, a vítima deu entrada no pronto socorro da Santa Casa de Misericórdia logo após a uma da madrugada, com uma perfuração no braço esquerdo. Ele contou que estava dentro de casa quando ouviu um barulho de carro em alta velocidade. Ao chegar na janela para ver o que estava acontecendo, acabou surpreendido por diversos tiros.

 

Publicidade