Segurança

Delegado do Caparaó envolvido em acidente que matou empresário em MG se apresenta à polícia

COMPARTILHE
O carro do delegado foi encontrado abandonado em um rodovia. Foto: Portal Manhumirim
3200

O delegado titular de Bom Jesus do Norte, no Caparaó capixaba, Adhemar Pereira Fully,  envolvido no acidente que causou a morte do empresário Fernando Batata, de 54 anos, na cidade de Manhumirim, MG, se apresentou à polícia mineira na tarde de domingo (11). O acidente aconteceu na tarde de sábado (10).

Fernando tinha um bar conhecido na cidade e sua morte causou revolta e comoção. Foto: Reprodução/Facebook

Homem tem pé decepado por máquina de silagem em Mimoso do Sul

Um homem, de 42 anos, teve o pé decepado enquanto trabalhava em uma máquina...

Três são detidos em ações da PM em Jerônimo Monteiro

Dois jovens foram presos e um menor apreendido pela Polícia Militar, nesta segunda-feira (21), por...

PC e PM prendem envolvidos em homicídio e tráfico de drogas em Cachoeiro

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Narcóticos e Crimes Contra a Vida...

Segundo a Polícia Civil mineira, o delegado, que também responde pelas delegacias de Apiacá e São José do Calçado no ES, seguia em seu Golf de cor branca na avenida Teófilo Tostes e ao ultrapassar um caminhão baú colidiu de frente com a motocicleta conduzida por Fernando, que seguia em sentido oposto.

O delegado teria fugido sem prestar socorro e abandonou o carro em uma rodovia. A PM localizou o carro que estava com placa de São José do Calçado e com a frente amassada.

Continua depois da publicidade

Fully se apresentou no domingo, foi ouvido e liberado pela polícia mineira. Por meio de nota, a Polícia Civil do Espírito Santo informou que foi comunicada da apresentação espontânea de Adhemar Pereira Fully, na delegacia de Manhuaçu (MG), onde prestou depoimento e foi liberado. A Corregedoria da PC ES já solicitou cópias do inquérito policial que serão anexadas na investigação sumária que foi instaurada para apuração dos fatos no âmbito administrativo.

A morte do empresário, dono do Bar do Batata, muito conhecido na cidade gerou tristeza e revolta entre os moradores. Uma página foi criada no Facebook pedindo justiça pelo ocorrido.

 

 

Publicidade