Um homem de 45 anos foi preso na manhã desta sexta-feira (21) em Ibitirama, suspeito de ter estuprado um menino de 13 anos. Ele é pastor da igreja Assembleia de Deus e dono de uma farmácia na cidade.

Segundo o delegado da Polícia Civil de Alegre Dedier Carvalho, que ouviu o suspeito, o crime teria acontecido em 2009, quando o adolescente morava embaixo da farmácia do pastor. A vítima, atualmente com 21 anos e morando em Itaperuna com a família, decidiu denunciar o ocorrido porque uma irmã retornou a Ibitirama com os filhos em outubro do ano passado e voltou a frequentar a igreja.

Após a denúncia, o Mistério Público de Ibitirama começou a investigar o caso e levantou indícios de que o pastor teria, de fato, cometido o crime. Ainda segundo o MP, também há indícios de que o suspeito, que é presidente do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente em Ibitirama, cometia abusos contra vulneráveis corriqueiramente, tanto na igreja quanto na farmácia - os dois imóveis situam-se lado a lado.

O Ministério Público pediu a prisão preventiva do suposto estuprador por suspeitar que ele planejava fugir da cidade - ele estava prestes a fechar a farmácia e se encontrava fora do município nos últimos dias.

O pastor de 45 anos nega o crime e rechaça a ideia de que pretendia fugir. Segundo ele, seu estabelecimento está falido, e ele se encontrava em Cariacica nos últimos dias fazendo um curso de uma rede farmacêutica - ele planejava se mudar para o município da Grande Vitória porque lhe foi oferecida uma oportunidade de trabalho lá. O suspeito afirma, ainda, que se apresentaria à polícia tão logo voltasse a Ibitirama, pois soube dos rumores a respeito de sua possível prisão e dos crimes imputados.

O suspeito se encontra na Delegacia de Polícia de Alegre e será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cachoeiro de Itapemirim

loading...

Participe e comente