Geral

Mulher troca remédio da sogra por veneno de rato

COMPARTILHE
2289

Uma mulher de 40 anos tentou matar a sogra trocando o conteúdo de cápsulas de remédio por veneno de rato, em Dois Córregos, no interior de São Paulo. A idosa, de 76 anos, passou mal após ingerir o veneno, mas sobreviveu. A tentativa de homicídio foi descoberta porque uma sobrinha da vítima instalou uma câmera no quarto para vigiar o trabalho da cuidadora da idosa. A nora suspeita foi presa nesta segunda-feira, 11.

Chapada dos Veadeiros começa a se recuperar de incêndio

Oito meses depois do pior incêndio da sua história, que destruiu cerca de 30%...

Juíza do Rio exige explicações da polícia, mas nega restrição a helicóptero

A juíza Ana Cecilia Argueso Gomes de Almeida, em exercício na 6ª Vara de...

Flexibilidade e preço mais baixo fazem aumentar nº de apps de terapia online

O psicólogo Yanco Paternó de Oliveira, de 27 anos, tem uma sala exclusiva para...

De acordo com a Polícia Civil, a idosa vinha passando mal de forma recorrente após tomar medicação de uso contínuo. Numa das ocasiões, ela soltou espuma pela boca, levando uma sobrinha que trabalha num hospital a desconfiar de envenenamento. Ela decidiu instalar uma câmera para vigiar o atendimento dado pela cuidadora à idosa. As imagens, no entanto, mostraram a nora retirando o conteúdo das cápsulas e colocando, no lugar do medicamento, o veneno de rato conhecido como “chumbinho”.

A mulher não morava na casa, mas fazia visitas à sogra doente. À Polícia Civil, ela admitiu o crime e disse que tinha mágoa da sogra pela forma como ela tratava o filho, seu marido. A suspeita foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio, com agravante por se tratar de parente e pessoa idosa, sem chance de se defender. Nesta terça-feira, 12, em audiência de custódia, a justiça decidiu manter a suspeita na prisão.

Continua depois da publicidade

José Maria Tomazela
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade