SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O jornalista Oswaldo Macedo Ribas, 64, morreu após ser baleado durante um roubo em um ponto de ônibus, no Alto de Pinheiros (zona oeste), às 5h30 desta quarta (11), segundo a Polícia Civil.

PMs foram chamados para atender a uma ocorrência de disparo de arma e o encontraram ferido e desacordado. Ribas foi levado ao Hospital das Clínicas, onde morreu.

Segundo a polícia, Ribas estava indo trabalhar e costumava pegar ônibus nesse horário. O caso é tratado como latrocínio (morte em assalto) porque os ladrões levaram uma bolsa.

Ribas era gerente e editor na empresa de comunicação CDN, responsável pela assessoria de imprensa de alguns órgãos públicos do Estado. O jornalista era casado, deixa três filhos e dois netos.
loading...

Participe e comente