Esporte Nacional

Nacional é punido por gestos de torcedores em alusão ao acidente da Chape

COMPARTILHE
95

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – A Conmebol anunciou nesta segunda-feira (12) a punição ao Nacional-URU por causa dos torcedores que fizeram gestos ofensivos em alusão à queda do avião da Chapecoense.

Vasco faz 2 a 0 no Chile, fica em terceiro no grupo e vai jogar a Sul-Americana

Eliminado precocemente na rodada e em crise que resultou até na suspensão de quatro...

Cruzeiro bate o Racing no Mineirão e avança como líder da chave na Libertadores

O Cruzeiro derrotou o Racing nesta terça-feira, no Mineirão, e garantiu a primeira colocação...

Após saída de Carille, Corinthians confirma Osmar Loss como novo treinador

Antes que o assunto se tornasse mais uma novela, logo depois de confirmar a...

O clube está proibido de comercializar ingressos pelas próximas três partidas que fará como visitante em torneios organizados pela entidade —atualmente, o time disputa a terceira fase preliminar da Taça Libertadores, após eliminar a Chape na etapa anterior.

Além da falta de torcida, o Nacional foi multado em US$ 80 mil (R$ 263,2 mil). A Conmebol anunciou que o valor será descontado da cota de patrocínio ou de televisão que o clube uruguaio tem a receber no torneio continental.

Continua depois da publicidade

O Nacional terá sete dias para recorrer da decisão.

O caso aconteceu na primeira partida entre Chapecoense e Nacional, válida pela segunda fase preliminar da Libertadores deste ano. Na ocasião, um grupo de torcedores uruguaios presente na Arena Condá ironizou a tragédia ocorrida com o avião do clube catarinense, que matou 71 pessoas em novembro de 2016.

Logo após o ocorrido, a Chapecoense entrou com uma representação na Conmebol pedindo a exclusão do Nacional do torneio. O clube uruguaio optou por excluir o torcedor que imitou a queda.

Publicidade