A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – Semmades, realizou, de 8 a 13 de maio, a Semana do Microempreendedor Individual (MEI), em parceria com o Bandes e Sebrae. Foram oferecidos, gratuitamente, atendimentos, oficinas e entrega das cartilhas e orientações para quem pretendia fazer a formalização ou até mesmo orientações aos que já exercem atividades junto ao MEI.

"Não poderíamos deixar de realizar uma ação tão importante para Alegre como a Semana do MEI. Nesses tempos de crises, precisamos fortalecer nossos empreendedores locais", destacou o prefeito José Guilherme.

A Prefeitura constatou que uma das maiores dificuldades dos microempreendedores locais é a falta de conhecimento sobre seus direitos e deveres como MEI. “Muitos desconhecem suas obrigações como a Declaração de Faturamento Bruto, desconhecem da existência da Sala do Empreendedor que fica no centro da cidade e o atendimento gratuito que ela oferece, entre outras questões. Com estes dados na mão, nossa atuação será em prol dessas deficiências. Esse diagnóstico servirá para balizar nosso atendimento e melhorar cada vez mais”, destacou o secretário Rodrigo Vargas.

Nossocrédito

Pela primeira vez, a ação alcançou também as localidades de Celina, Rive e Café. Para Dulcinéia Gomes do Carmo, mais conhecida em Rive como Leia, a Semana do Microempreendedor foi uma oportunidade de crescimento da cidade. Ela destaca a segurança que a legalização traz. “Hoje nós temos saúde, mas e amanhã? O MEI dá essa segurança para quem é pequeno. Esse é um sistema que veio ajudar o microempreendedor. Na oficina ministrada pelo Sebrae nós aprendemos sobre a atuar dentro do mercado e respeitar as demais formas de negócio. Foi ótimo e esperamos que não seja a última”, finaliza a microempreendedora.

Na avaliação dos organizadores, a Semana do MEI foi um sucesso. “A Prefeitura vai investir cada vez mais no empreendedorismo em Alegre. Está é a forma de amadurecer nossa economia e criar oportunidades reais para os nossos empresários. Precisamos e vamos incentivar a abertura de novos negócios que tenham a capacidade de se promoverem sozinhos”, finaliza o secretário, Rodrigo Vargas.

 

loading...

Participe e comente