Representantes da Caixa Econômica Federal apresentaram nesta segunda-feira (20), em Cachoeiro, duas linhas de créditos para hospitais filantrópicos da região sul capixaba: o Caixa Hospitais e o BNDES Saúde. A reunião, ocorrida durante a manhã, no auditório do Bristol Easy, foi provocada pelo deputado federal Marcus Vicente e contou com a participação do vice-prefeito de Cachoeiro, Jonas Nogueira, vereadores e diretores de hospitais de municípios como Vargem Alta, Iconha, Muniz Freire, Castelo, além do Hospital Infantil e Evangélico da cidade.

O vice-presidente corporativo da Caixa, Antônio Carlos, veio de Brasília para apresentar essa linha de crédito aos hospitais e se colocar a disposição para viabilizar soluções que possam melhorar a dinâmica administrativa das instituições. “Temos trabalhado muito para ser esse link com os capixabas. Estamos rodando o Espírito Santo e apresentando essas possibilidades de reestruturação financeira e aquisição de capital de giro para investimentos. São condições especiais, com juros e prazos atraentes”, comentou o vice-presidente.

O deputado federal Marcus Vicente aproveitou a oportunidade para falar da importância do programa da Caixa. “Estamos buscando ferramentas que possam auxiliar na solução da crise financeira que os hospitais enfrentam. Esse é um momento de dialogar e encontrar os caminhos para melhorar a situação orçamentária dessas instituições”, comentou o deputado.

O vice-prefeito Jonas Nogueira justificou a ausência do prefeito Vitor Coelho e também reforçou a qualidade dos programas da Caixa. “Nosso objetivo é apresentar as alternativas disponíveis em todas as esferas de governo. Cada um fazendo a sua parte e sendo solidário acredito que as soluções possam aparecer”, disse.

Os representantes de hospitais apresentaram suas demandas e os gerentes da Caixa se comprometeram a recebê-los ainda essa semana. A ideia é que essa linha de crédito possa ajudá-los a oxigenar suas condições orçamentárias.

Os programas

O Caixa Hospitais é uma linha de crédito destinada às entidades filantrópicas e filiais de entidades não filantrópicas que antecipa os recursos a receber do Ministério da Saúde (MS)/Fundo Nacional de Saúde (FNS), referentes aos serviços ambulatoriais e de internações hospitalares prestados ao Sistema Único de Saúde (SUS). Funciona como a liberação de recurso para capital de giro e o hospital pode utilizá-lo onde julgar necessário.

O BNDES Saúde é uma proposta mais em longo prazo e que tem por objetivo liberar recursos para os hospitais quitarem suas dívidas.

Foto: Divulgação

loading...

Participe e comente