O tradicional Festival da Imigração Alemã, Sommerfest, realizado em Domingos Martins, na Região Serrana, tomou proporções que fugiram da proposta original do evento. Encerrada na noite desse domingo (5), o público da festa ficou dividindo entre os que acompanhavam a programação típica e os que se divertiam ao redor de carros de sons que tocavam o ritmo funk.

Além disso, moradores relataram que na noite de sábado (4), era possível ver pessoas fazendo uso de drogas e consumo abusivo de álcool. Ruas laterais ao evento foram usadas como banheiro, causando revolta do público cultural que se manifestou pelas redes sociais.

“Infelizmente esse ano não foi aquela tradicional festa que todos conhecemos! Cheio de pessoas mal educadas! Não entendo o que faz uma pessoa ir a um evento para colocar música no meio da rua e transformar num baile funk!”, publicou um internauta que esteve no evento.

A Prefeitura de Domingos Martins, que organiza e realiza a Sommerfest, informou que a festa ocorreu conforme o que foi planejado, o que não era esperado foi a falta de policiais no evento. A organização se tornou refém da situação, assim como toda população, pois ficou impossibilitada de intervir com os casos que envolvia o público e são de competência da Polícia Militar.

Há relatos de que pessoas estavam andando armadas no meio da multidão.

Vandalismo

Houve casos de portas de estabelecimentos quebradas, mas não foi divulgado ocorrências de roubo e furtos. Na noite de sábado, vândalos chegaram a modificar o letreiro da cidade, formado por pedras, no trevo na BR 262 que dá acesso à cidade. O nome Domingos Martins foi modificado para “Domingos Marola”.

loading...

Participe e comente