Cidades

As oportunidades que o Porto Central de Kennedy irão criar é tema de palestra em Apiacá

COMPARTILHE
604

Moradores da região do ABC Capixaba – Apiacá, Bom Jesus do Norte e São José do Calçado, além de Mimoso do Sul, serão apresentados amanhã, ao projeto do Porto Central, que será construído em Presidente Kennedy. A geração de empregos e o desenvolvimento econômico que o porto pode trazer para a região serão discutidos a partir das 18h desta quinta-feira (17), no Cras de Apiacá.

Jornalista Regina Monteiro é eleita Cachoeirense Presente de 2018

Agora é oficial: a Câmara Municipal aprovou nesta terça-feira (22) a concessão do Título...

Prefeitura de Vargem Alta vai entregar novas unidades de saúde

Mais duas Unidades Básicas de Saúde estão prontas e outras duas sendo construídas pela...

Teste para garantir mais segurança a pedestres em Cachoeiro é bem-sucedido

Técnicos da prefeitura de Cachoeiro avaliaram como muito positivo o teste de alteração no...

José Maria Novaes, diretor do Porto Central e o ex-secretário Estadual de Logística, Transporte e Comércio Exterior, Neucimar Fraga, vai detalhar a importância da implantação do porto, que tem investimento inicial de R$3,5 bilhões e vai gerar 4,5 mil empregos durante a construção e outros dois  mil quando estiver em operação.

Novas perspectivas portuárias, ambiente atrativo para a indústria, comércio e serviços colocam o Porto Central com potencial de se tornar referência no país.

Continua depois da publicidade

Porto Central

As obras do Porto Central começam ano que vem e ele deve começar a operar em 2022, apto a receber navios de grande porte. O porto servirá a grandes empresas dos setores do petróleo, minério, agrícola e um apoiador da indústria offshore. Contará ainda com estaleiro e terminal de contêiner e carga geral, utilizado para transporte de produtos diversos como veículos, rochas ornamentais e fertilizantes,  por exemplo.

Publicidade