Foi enterrada no início da tarde desta quarta-feira (11), em um cemitério particular do bairro IBC, em Cachoeiro de Itapemirim, a bebê baleada pelo agente penitenciário Rafael Zardo Neto, 34 anos, no último domingo (8), em Vila Velha. A mãe da criança, Emanuela Zandomineghe, 23 anos, que levou um tiro na barriga, permanece internada em estado grave, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa)

Segundo a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), Rafael Zardo Neto e Emanuela Zandomineghe Moreira retornavam para Vila Velha depois de saírem de um show em Guarapari, quando por volta das 5h o agente teria sacado uma arma durante uma briga entre o casal e efetuou um tiro que acertou a barriga da mulher que estava grávida de seis meses.

O agente socorreu a mulher a princípio para o Hospital Santa Mônica, em Itaparica, de onde foi transferida para o Hospital Dr. Jayme Santos Neves, na Serra. A bebê, que também foi atingida pelo tiro, precisou ser retirada para uma cirurgia, não resistiu aos ferimentos e faleceu nesta terça-feira (10). O enterro aconteceu as 12h30 desta quarta-feira, em Cachoeiro, já que o casal é do município.

O agente nega ter cometido o crime e alegou a polícia que teria reagido a uma tentativa de assalto. A versão dada por ele foi desmentida pela mulher que conversou com policiais civis que investigam o caso.

Rafael foi autuado por tentativa de homicídio por dolo eventual (feminicídio), embriaguez ao volante e posse de drogas. Com a morte da criança ele também deverá ser autuado por homicídio.

Ele se encontra encarcerado no Centro de Triagem de Viana com prisão preventiva decretada pela Justiça.

Foto: Reprodução/Cemitério Parque
loading...

Participe e comente