Cachoeiro de Itapemirim promove neste mês de outubro a Virada Turística Capixaba com o objetivo de estimular a população a visitar os patrimônios históricos da cidade e envolvê-la em uma série de atividades. A partir de quarta-feira (18) até o fim do mês os espaços públicos vão contar com vários atrativos, como exposições, mostras cinematográficas e contação de histórias.

A vasta programação é organizada pelas secretarias municipais de Cultura (Semcult) e de Desenvolvimento Econômico (Semdec), com apoio de entidades locais e suporte da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), idealizadora da iniciativa, que acontecerá, simultaneamente, em outras regiões do Espírito Santo.

“Cachoeiro tem um grande potencial histórico, cultural e turístico que precisa ser reconhecido e valorizado. Recebemos durante todo o ano, vários visitantes que chegam por meio de relacionamentos profissionais e acabam deixando a cidade sem nenhum conhecimento de onde passou. Por isso a Virada Turística é tão importante para despertar no morador o sentimento de posse pela sua história e prepará-lo ainda mais para receber os turistas e apresentar o que Cachoeiro tem de melhor”, disse o prefeito Victor Coelho.

Lançamento do Circuito Turístico Urbano “Viva Cachoeiro a Pé”

Na quarta-feira (18), o Teatro Rubem Braga receberá, às 9h, o lançamento do Circuito Turístico Urbano “Viva Cachoeiro a Pé”, com a apresentação do Circuito e inauguração da empena com o mapa turístico urbano de Cachoeiro. Na sequência o trajeto vai ser percorrido a pé com o destino final da ação na Praça Jerônimo Monteiro.

A secretária de Cultura Fernanda Martin disse que Cachoeiro é uma cidade potencialmente cultural e turística e que é necessário despertar nos cachoeirenses a consciência desta riqueza. “Participar da Virada Turística significa um alinhamento importante com a proposta do governo estadual. Cachoeiro é uma cidade com grande potencial turístico e queremos despertar cada vez mais nosso povo para essa riqueza”, frisa a secretária.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico Felipe Macedo a Semdec estará dando apoio logístico e de atuação direta, ao desenvolvimento de todo o evento, no Seminário e no FAMTOUR - Circuito Caminho das Pedras.

Seminário “Educação Patrimonial – O 1º Passo”

Com o objetivo de redespertar o turismo, provocando para cidadania e cumplicidade, revisitando as ações do passado, criando o presente e projetando o futuro o Centro Universitário São Camilo – Campus 1 – realiza na sexta-feira (20), das 19h às 22h, no Auditório Padre Sanzio Cicatelli o Seminário “Educação Patrimonial – O 1º Passo”.

Com apresentação e mediação de Maria Elvira Tavares Costa, o seminário contará com expositores de diversos setores empresariais e será importante pelo fato de o Turismo ser a atividade econômica que mais gera emprego e renda, em todo o mundo, contando com a peculiaridade, ainda, de favorecer a proteção ambiental, o embelezamento das cidades e recantos, a qualidade de vida da população local, e a fraternidade entre os povos.

“Convidamos pessoas ligadas ao Turismo de Cachoeiro, para conversarmos sobre ações já realizadas, ao longo do tempo, sem cujo protagonismo, cooperação e entusiasmo a atividade não se desenvolve; e a participação da mídia para a divulgação e consolidação do Turismo. Com o objetivo de, ao refletirmos sobre o passado, podermos traçar os novos rumos, e motivar população, trade turístico, e agentes públicos e políticos para a retomada da atividade”, explica Maria Elvira.

O secretário de Agricultura Robertson Valladão detalha que a pasta vai apresentar os caminhos e as potencialidades do turismo rural, destacando a ecologia, a gastronomia, as paisagens, os esportes de aventura e outras opções culturais e de lazer do meio rural do município. “O evento abordará diversos aspectos relacionados ao Turismo no Município de Cachoeiro, através de breves palestras, seguidas de debate com os participantes”, conta.

FAMTOUR – Circuito “Caminho das Pedras”

No sábado (21) acontece o Famtour - Circuito “Caminho das Pedras” terá como roteiro a visitação de três diferentes indústrias do setor de rochas ornamentais: uma pedreira de extração de mármore; uma indústria de beneficiamento de rochas, com exposição de artesanato de mármore; e também a uma usina de reciclagem dos resíduos das indústrias de rochas ornamentais. Início previsto para as 7h.

A Famtour é, segundo definição do Ministério do Turismo, uma “forma de promoção que tem como objetivo familiarizar e encantar o distribuidor do produto turístico. Consiste em convidar agentes de viagem para visitar o destino, para que conheçam o local e saibam o que estão oferecendo ao cliente”.

Para a Virada Turística Capixaba – Cachoeiro de Itapemirim, estarão convidados: Membros do Conselho Municipal de Turismo, representando o Trade; Mídia local; Vereadores da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, de Cultura, de Esporte e Lazer e de Turismo; Secretários Municipais; Prefeito e Vice-Prefeito.

Programação dos centros turístico-culturais

A partir do dia 18, o Museu Ferroviário Domingos Lage terá exibição do documentário “Retrilhando a Leopoldina” de Paulo Thiengo, no armazém 1. Os horários de exibição serão às 10h, 11h, 14h e 16h. Já o armazém 2, desde a última terça-feira (3) conta com a exposição “Circular 55 Anos”, por meio da qual o Grupo Flecha Branca expõe sua trajetória, com vídeos, miniaturas de ônibus, documentos, ferramentas e objetos antigos, dentre outros itens.

Escolas podem agendar visitas pelo telefone (28)2101-1888. Ambos os armazéns do Museu vão funcionar de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados, das 9h às 15h.

Na Casa de Cultura Roberto Carlos haverá exibições de filmes nos quais o cantor cachoeirense atuou. As sessões vão ocorrer dos dias 16 ao dia 20. Na parte da manhã as exibições vão acontecer das 9h às 10h e das 11h às 12h. Na parte da tarde, das 14h às 15h e das 16h às 17h.

Na Casa dos Braga, Maria Elvira Tavares Costa e Thiago Neves vão recepcionar os visitantes com contações de histórias ligadas às exposições “Minha cidade, minha casa” - com objetos da família Braga de Abreu - e “Rubem e seus amigos artistas” - que aborda a relação entre o cronista e seus contemporâneos em diversas expressões culturais. Os horários agendados são das 9h20 às 10h, das 10h40 às 11h20, das 14h às 14h40 e das 15h20 às 16h.

 

loading...

Participe e comente