Guaçuí pegou mesmo o gosto por sediar importantes eventos regionais. O município, que em 2017 realizou o I Festival de Inverno e consolidou a Feira de Negócios em sua segunda edição, agora parte para um novo desafio: a I Feira de Negócios Rurais do Caparaó (nome ainda provisório), que deverá acontecer entre os dias 20 e 22 de abril, no feriado de Tiradentes.

Como ponto de partida, foi realizado o primeiro encontro com representantes do Sindicato Rural, Sebrae, Incaper, secretarias municipais de Agricultura, Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Câmara, Pousada VovôZinho, produtores rurais e imprensa.

A iniciativa partiu do Sindicato Rural de Guaçuí, que tem como extensão de base os municípios de Dores do Rio Preto e Divino de São Lourenço e a proposta é reunir as principais entidades públicas e privadas na empreitada. “Enxergo esse movimento que está acontecendo com as diversas instituições ligadas ao setor do agronegócio em Guaçuí com bastante otimismo. É um ânimo novo para que nós, que representamos os produtores de alguma forma, nos empenhemos na construção de um futuro melhor, superando as suas dificuldades, com inovação e conhecimento, em um momento necessário, com um rumo novo. Tenho certeza que vamos conseguir realizar um grande evento”, relatou Luciano Ferraz, presidente do Sindicato.

O foco principal do evento é valorizar o trabalho do produtor rural e ampliar mercados. Renato Machado, coordenador da Agência do Sebrae em Guaçuí, frisou que a congregação de forças para a realização da feira rural é de importância fundamental para os pequenos negócios rurais, porque são eles o motor da economia, não só do município e Estado, mas do Brasil; e a força motriz da região do Caparaó.

Para o chefe do escritório local do Incaper, Maxwel Souza, a feira chega num momento importante para o setor rural, “que vem impulsionar a produção e a comercialização dentro de um contexto com uma visão de integração regional”. Max destaca com esperança a iniciativa.  “A realização desta feira pode ser, de fato, um novo começo para o negócio rural em Guaçuí e em toda a região, dentro de um formato que ainda não foi experimentado. Acredito que seja um grande sucesso”.

Também presente na reunião, o secretário de Agricultura de Guaçuí, Edielson de Souza, vê o movimento de planejamento da feira rural como de fundamental importância, “junto com a parceria de importantes agentes público-privados para impulsionar o desenvolvimento do município, da agricultura e da pecuária”, pontuou.

 

 

loading...

Participe e comente